Futuros da soja fecham em baixa em Chicago 

COTAÇÕES

Futuros da soja fecham em baixa em Chicago 

“A oleaginosa foi pressionada pelo fortalecimento do dólar ante o real"
Por: -Leonardo Gottems
409 acessos

Os futuros de soja fecharam em baixa nesta quarta-feira (26.12) na Bolsa de Chicago (CBOT). De acordo com informações divulgadas pelo especialista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica, os fundos liquidam posições diante de compras chinesas abaixo do esperado. 

“A oleaginosa foi pressionada pelo fortalecimento do dólar ante o real, que tende a estimular as exportações brasileiras da commodity. O Brasil é o maior concorrente dos Estados Unidos no mercado de exportação de soja, e o clima tem sido favorável nas principais regiões de cultivo do País”, comenta o especialista em sem boletim diário.  

Além disso, os traders também continuaram liquidando apostas na alta das cotações, na ausência de notícias sobre possíveis compras chinesas. Dados publicados na última sexta-feira (21.12) mostraram que fundos de investimento passaram de uma posição líquida vendida para um saldo comprado na CBOT na semana encerrada em 18 de dezembro.  

“Com a paralisação parcial do governo federal dos EUA, porém, alguns relatórios do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) deixaram de ser publicados e o mercado ficou sem importantes referências de demanda externa. A página do Serviço Agrícola para o Exterior (FAS, na sigla em inglês) do USDA, que traz dados de vendas diárias, não está sendo atualizada. A paralisação do governo ocorre num momento em que a China voltava a comprar volumes significativos de soja dos EUA”, escreveu. 

Nesta quarta-feira (26.12), o USDA disse que 651.181 toneladas de soja foram inspecionadas para exportação na semana encerrada em 20 de dezembro, sendo que o volume é 34% menor do que o registrado na semana anterior. Desde o início do ano comercial, em 1º de setembro, os embarques somam 15,82 milhões de toneladas, queda de 42% na comparação anual.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink