Futuros de soja e grãos recuam nos EUA
CI
Imagem: Expodireto Cotrijal
MERCADO

Futuros de soja e grãos recuam nos EUA

Os preços também podem estar caindo, já que um acordo para exportar os grãos da Ucrânia pode finalmente ter sido alcançado
Por: -Leonardo Gottems

A soja e os grãos caíram nas negociações da noite para o dia devido a preocupações com a demanda à medida que o dólar se fortalece e as negociações para levar os grãos da Ucrânia aos consumidores globais continuam, segundo o agriculture.com. A demanda por produtos dos EUA pode diminuir à medida que o dólar, que está em seu nível mais forte em 24 anos, continua se fortalecendo em relação aos pares, já que um dólar forte torna as commodities denominadas em dólar mais caras para os compradores globais.

A moeda dos EUA está agora no mesmo nível do euro pela primeira vez em 20 anos e continuou a se fortalecer em relação às moedas globais em meio ao aperto da política fiscal e à medida que os investidores fogem para um investimento seguro em meio à incerteza econômica. O valor do dólar subiu mais 0,7% da noite para o dia em relação a uma cesta de pares globais, segundo dados da Bloomberg.

Os preços também podem estar caindo, já que um acordo para exportar os grãos da Ucrânia pode finalmente ter sido alcançado, embora nada tenha sido finalizado ainda. As forças russas continuam a atacar a Ucrânia, encalhando trigo e milho nos portos do Mar Negro.

As negociações estão em andamento em uma tentativa de ajudar a acabar com uma crise alimentar que se desenvolveu à medida que os ataques à Ucrânia continuam. Poucos países estão comprando grãos russos e, pelo menos até agora, a Ucrânia não conseguiu enviar grande parte de seus produtos agrícolas devido aos ataques contínuos. Ainda assim, uma reunião entre Ucrânia, Rússia, Turquia e as Nações Unidas que durou três horas deu frutos, disse o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, que após a reunião chamou as negociações de "um raio de esperança", mas disse que elas "ainda não estavam totalmente concluídas".


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.