Gaúcho colhe tomate no milharal


Agronegócio

Gaúcho colhe tomate no milharal

Por:
77 acessos

Parece estranho, no meio da lavoura de milho uma plantação de tomate orgânico. É assim que o produtor Ivo Lazaretti, da localidade de São Bernardo, interior de Campestre da Serra, produz tomate, amarrando as plantas da cultura em pés de milho. Segundo ele, a idéia está barateando custos.'Com isso eu não preciso colocar estacas, acabo economizando tempo e dinheiro', ressalta Lazaretti. A Emater de Campestre da Serra está prestando a assessoria técnica necessária para o cultivo orgânico. Segundo o técnico, Valírio Pasini, é preciso tratamento diferenciado para a produção do tomate sem agrotóxico. 'O adubo usado é o chorume de suíno e os tratamentos são feitos à base de calda sulfocáustica e bordalesa.'

Lazaretti cultiva 0,3 hectare de tomate do tipo Carmem, são 2 mil plantas. De acordo com o produtor, o rendimento médio por pé está em torno de seis quilos. Lazaretti está satisfeito com os resultados. 'As vantagens são muitas, principalmente para a minha família. Não nos expomos aos venenos e os consumidores têm a tranqüilidade de adquirirem alimentos limpos, sem agrotóxicos', destaca o produtor.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink