Gaúchos apresentam projetos de fortalecimento de cadeias produtivas

Agronegócio

Gaúchos apresentam projetos de fortalecimento de cadeias produtivas

Uma comitiva formada por representantes da Unijuí, da Emater/RS-Ascar, da Prefeitura de Ijuí e do o Projeto Coesão Social através do Fortalecimento das Cadeias Produtivas (Cocap), parte para Veneza, na Itália
Por:
899 acessos
Uma comitiva formada por representantes da Unijuí, da Emater/RS-Ascar, da Prefeitura de Ijuí e do o Projeto Coesão Social através do Fortalecimento das Cadeias Produtivas (Cocap), parte para Veneza, na Itália, para apresentar a metodologia do Rede Leite desenvolvida no Rio Grande do Sul. A viagem terá duração de uma semana, e as despesas serão custeadas pelo projeto Cocap. Eles somarão a outro grupo de gaúchos, da Serra gaúcha, e a representações da Argentina e Paraguai.

Os grupos latino-americanos terão a oportunidade de apresentar seus projetos regionais de desenvolvimento, já selecionados pelo Cocap, e que deverão ser financiados pela União Europeia nos próximos anos. Argentina e Paraguai buscam apoio nas áreas de vinho e horticultura, respectivamente. Os gaúchos da Serra também apresentarão projeto para desenvolver a cadeia produtiva do vinho, e os ijuienses, projetos para desenvolver a cadeia produtiva do leite. "Estaremos apresentando uma metodologia já utilizada na nossa região pelo Rede Leite, que é o Redesenho das Unidades Produtivas da Agricultura Familiar e, ainda, projeto para desenvolver mercados para o leite", explicou Lucinéia Woitchunas, da Unijuí.

Projeto Cocap
Financiado pela União Europeia em 70 territórios da América Latina, o Projeto Coesão Social através do Fortalecimento das Cadeias Produtivas (Cocap) é um programa de cooperação regional que visa a fortalecer a coesão social e territorial, através da promoção de processos e políticas públicas que indiquem aos governos soluções possíveis em áreas como gestão de resíduos, ocupação feminina, governabilidade local, desenvolvimento urbano e gestão do território.

O programa é desenvolvido há meio ano na região de Ijuí, tendo três anos para execução total. A iniciativa chegou ao Rio Grande do Sul por meio da Secretaria do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais (Sedai) do Estado e está sendo implementada em convênio com a Unijuí.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink