Agronegócio

Geada frustra safra recorde de maçã em Santa Catarina

A cidade de São Joaquim (SC) deverá ter quebra de 25% em sua produção
Por: -Vanessa Jurgenfeld
1 acessos
A cidade de São Joaquim (SC) deverá ter quebra de 25% em sua produção de maçãs. Localizada na serra catarinense, a cidade sofreu com três dias consecutivos de geadas intensas, com as temperaturas caindo para até cinco graus negativos. Com a quebra em São Joaquim, a Associação Brasileira de Produtores de Maçã (ABPM) descarta a hipótese de a safra nacional ultrapassar 900 mil toneladas, uma situação que era possível depois da boa temporada de inverno e de floração dos pomares.


De acordo com o presidente da ABPM, Pierre Nicolas, o impacto na produção nacional ainda não é significativo, mas a possibilidade de ser uma safra recorde já pode ser descartada. Após um inverno com temperaturas adequadas para a etapa de dormência das macieiras - ao redor de 7° C - e da boa floração, Nicolas acreditava que era possível superar 900 mil. "Mas agora podemos estimar em cerca de 850 mil toneladas", diz.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink