Gelo e chuva encerram o La Niña

Agronegócio

Gelo e chuva encerram o La Niña

Maio e junho foram me­­ses mais secos que o normal
Por:
760 acessos

O inverno chegou há duas semanas com chuva e frio encerrando o fenômeno La Niña, que provocou seca e precipitações regionalmente concentradas nos últimos dois meses, avalia o metorologista Luiz Renato La­­zinski. Maio e junho foram me­­ses mais secos que o normal e agora a tendência é que a agropecuária do estado tenha clima mais próximo da normalidade, prevê. “Em junho, a umidade no solo apresentou índices muito baixos, prejudicando as lavouras de milho safrinha e principalmente as de trigo do Oeste e Norte.” Os dois dias de geada da semana passada afetaram principalmente o “milho safrinha e as lavouras de trigo que foram implantadas mais cedo, além das pastagens”, acrescenta. Se por um lado a escassez de chuva não deve ser mais tão forte, por outro o frio tende a prevalecer, avalia o especialista.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink