Gerdau responde a críticas do governo sobre aumento de preço do aço


Agronegócio

Gerdau responde a críticas do governo sobre aumento de preço do aço

Por: -Admin
3 acessos

O presidente do Grupo Gerdau, Jorge Gerdau, respondeu ontem (10-03) às críticas feitas pelo governo em relação ao aumento dos preços de produtos siderúrgicos. O ministro Luiz Fernando Furlan (Desenvolvimento) acenou, no final de fevereiro, com a possibilidade de criar um imposto de exportação para controlar os preços cobrados pelo setor. Gerdau disse que os preços no mercado interno ainda estão abaixo dos valores internacionais e que o aumento dos custos de produção em decorrência principalmente da alta do dólar é ''inquestionável''.

As recentes elevações, de acordo com ele, serviram para corrigir distorções. ''Quando há prejuízo, ninguém vem socorrer o setor. Quando o setor se recupera depois de dezenas de anos para alguma correção, que ainda está abaixo dos preços internacionais, aí o pessoal reclama'', afirmou. O ministro Furlan recebeu, no mês passado, um relatório de setores dependentes do aço que adiantavam a possibilidade de reajustes de preços em cadeia em função dos aumentos praticados pelo setor siderúrgico. Hoje (11-03), representantes de empresas siderúrgicas se reunirão com o ministro para discutir os reajustes praticados pelo setor.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink