GO: milho segue valorizado
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
AGRICULTURA

GO: milho segue valorizado

O Ifag divulgou no seu Boletim Semanal de Mercado do Milho
Por:

O Ifag (Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás) divulgou seu Boletim Semanal de Mercado do Milho apontando que a colheita da segunda safra de milho está praticamente encerrada no estado e que os preços da saca do cereal seguem se valorizando.

O preço médio do milho em Goiás subiu 4,27% na última semana e fechou a sexta-feira (21) com valor de R$ 46,62. Nas principais regiões produtoras, as cotações também se valorizaram, 2% em Catalão, com preço de R$ 47,00, e 2,66% em Rio Verde, com preço de R$ 46,33.

"O estado está para encerrar sua colheita, mas os preços seguem acompanhando o cenário doméstico e subindo, com produtores retraídos contribuindo para preços altos no Brasil. Assim, tem sido possível negociar sacas entre R$ 42 e R$ 49, a depender da região. Já a saca de milho futuro está valendo R$ 40,70 em média", aponta o Ifag.

Segundo o analista técnico do IFAG, Leonardo Machado, o aumento na área cultivada deve ajudar a superar a marca de 10 milhões de toneladas da safra passada, mesmo que a produtividade média seja menor do as 100 sacas por hectare de 2019.

Até o momento, os produtores goianos já negociaram 60% desta produção aproveitando os bons patamares de preços. Como as cotações seguiram se elevando mesmo com o avanço da colheita, os agricultores preferem armazenar os 40% restantes e apostar em novas valorizações antes de venderem mais volumes.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink