Governador do RS conhece técnica para aumentar produtividade de arroz

Agronegócio

Governador do RS conhece técnica para aumentar produtividade de arroz

Por:
1 acessos

O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, recebeu nesta terça-feira (21-02), no Palácio Piratini, o príncipe de Liechtenstein, Hans-Adam II, e diretores da empresa Ricetec, que desenvolve sementes híbridas de arroz.

A empresa, controlada pela família real do principado, já possui um centro de desenvolvimento em Roraima, para sementes que dependem de altas temperaturas, mas pretende instalar, nos próximos anos, uma estação no Rio Grande do Sul, em uma área para implantação de nova tecnologia, que independa da temperatura. A principal vantagem do arroz híbrido é o aumento da produtividade, com uma quantidade menor de sementes do que usualmente é usada. A Ricetec tem hoje 49 clientes no Rio Grande do Sul e outros 40 fazendo testes com o produto. "A visita é importante e abre a possibilidade de termos mais investimentos em pesquisa no Estado", afirmou Rigotto.

No Estado, a produtividade média é de seis toneladas de arroz por hectare, enquanto que, com sementes híbridas, foi alcançada uma produtividade de 12,8 toneladas por hectare em propriedades em Dom Pedrito. Outra vantagem é a diminuição na quantidade de sementes que, na modalidade híbrida, fica em 60 quilos por hectares, contra os 185 quilos por hectare tradicionalmente empregados. O grupo, que desde 2000 atua no Brasil, investirá no país US$ 2,1 milhões em 2005. "O Brasil é um grande mercado, com enorme potencial na produção de arroz", disse o príncipe Hans-Adam. A Ricetec mantém um centro de pesquisa no Texas, Estados Unidos, e está presente em Porto Rico, Argentina e Uruguai.

O arroz híbrido é resultado do cruzamento natural de duas linhas parentais. O método já é utilizado em culturas de milho. O principal benefício é a combinação de características encontradas em duas linhas em uma única semente. Também participaram da audiência com o governador o secretário do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais, Luis Roberto Ponte, o diretor regional para o Mercosul, Markus Ritter, e o gerente técnico da empresa, Renato Luzzardi.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink