Governadora do RS libera R$ 8,4 milhões para assistência técnica e rural
CI
Agronegócio

Governadora do RS libera R$ 8,4 milhões para assistência técnica e rural

O trabalho no campo é realizado por cerca de mil técnicos, abrangendo um público de 100.962
Por:

A governadora Yeda Crusius autorizou, nesta sexta-feira (1º), assinatura de termo aditivo ao convênio firmado entre o Estado do Rio Grande do Sul e a Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). O objetivo é regular a cooperação mútua para o desenvolvimento de Programas de Assistência Técnica e Extensão Rural no Rio Grande do Sul, priorizando os trabalhadores rurais idosos e mulheres. Para tanto, serão repassados R$ 8,4 milhões. O termo aditivo será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta segunda-feira (4). O trabalho no campo é realizado por cerca de mil técnicos, abrangendo um público de 100.962.

O calendário do setor produtivo do Rio Grande do Sul marca a presença da Extensão Rural no cotidiano dos agricultores familiares há 55 anos. Em 2 de junho de 1955 nascia, no Estado, a Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar), com o objetivo de promover o desenvolvimento da agricultura e o bem-estar das populações do meio rural. Em 1977, a Ascar passa a atuar juntamente com a Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/RS). As duas Instituições são sociedades civis de direito privado, sem fins lucrativos. Com a denominação conjunta Emater/RS-Ascar, as duas entidades executam, a partir de então, as atividades oficiais de Assistência Técnica e Extensão Rural no Rio Grande do Sul.

A Extensão Rural fincou no solo gaúcho uma trajetória construída pela dedicação de profissionais que colocam em ação as políticas públicas do Governo do Estado. Hoje, a agricultura familiar gaúcha é modelo graças ao trabalho desenvolvido pela Emater/RS-Ascar. Ao longo desse tempo, incorporou novos valores e conceitos modernos exigidos pelo agronegócio.

A Instituição atende às demandas diárias do público, formado por agricultores familiares, quilombolas, pescadores artesanais, indígenas, assentados, um contingente superior a 280 mil famílias de assistidos. É no coração de 492 municípios que pulsa a atuação transversal do Serviço de Extensão Rural em parceria com o Governo do Estado, revigorada pelo convênio com as prefeituras, fertilizando o desenvolvimento socioeconômico e cultural do Rio Grande do Sul.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink