Governo deve ceder à pressão do setor e prorrogar dívidas

Agronegócio

Governo deve ceder à pressão do setor e prorrogar dívidas

O anúncio deve ser feito nesta sexta-feira através de uma resolução do CMN
Por: -Giuliano
2 acessos

O governo cedeu à pressão do setor e deve anunciar nesta sexta-feira (15-06) uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizando a prorrogação das parcelas de investimentos e custeios das safras 2003/04, 2004/05 e 2006/06 por 75 dias. “Este prazo é necessário para fecharmos uma proposta de refinanciamento e redução de juros de todos os débitos o setor”, explica o deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS), relator da subcomissão do endividamento agrícola.

O encaminhamento foi dado depois que o grupo de trabalho, composto por parlamentares da Comissão de Agricultura e técnicos dos ministérios da Fazenda e da Agricultura, CNA e OCB apresentaram ao governo números que revelam o grau de endividamento do setor rural. “A atual safra até pode ter sido boa, porém é impossível pagar dívidas de mais três anos”, argumenta. Outra medida que deverá ser anunciada é a suspensão provisória das execuções dos processos de Dívida Ativa da União dos contratos da securitização e do Pesa. O deputado lembra que a prorrogação não será para todo o setor, mas apenas para os produtos que enfrentam maior dificuldade de renda - arroz, soja, trigo, milho, feijão, algodão, café e cacau.

O Grupo de Trabalho (GT) volta a se reunir na próxima terça-feira (19-06) com representantes do governo e dos produtores para dar encaminhamento às negociações de refinanciamento dos débitos. “Vamos finalizar a proposta do setor e aguardar a posição do governo para chegarmos a um consenso”, explica Heinze.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink