Governo federal pretende incentivar produção de arroz


Agronegócio

Governo federal pretende incentivar produção de arroz

Por:
2 acessos

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ivan Wedekin, afirmou que o governo federal estuda novas políticas para incentivar o crescimento da safra de arroz, com o objetivo de reduzir as importações. O consumo interno chega a 12,6 milhões de toneladas para uma produção estimada pela Conab em 10,5 milhões. As discussões envolvem a correção dos preços mínimos, aumento do volume de crédito para o setor e uma política específica para de compras da agricultura familiar para o programa Fome Zero.

Esta semana, o governo convocou uma reunião com a cadeia produtiva do arroz para discutir a ampliação da oferta do produto do mercado. “O governo está preocupado com o aumento do preço ao consumidor em plena colheita, provocado pela quebra de 7% da safra na região Sul. Há entendimento do setor de que é importante aumentar a desova do produto, caso contrário haverá um crescimento excepcional das importações”, observou Wedekin.

O secretário disse que em função do risco de aumento das importações e do déficit de 500 a 600 mil toneladas do Mercosul, o governo poderá analisar a redução da TEC (Tarifa Externa Comum), hoje fixada em 11,5% para o arroz. Ele acrescentou que entre janeiro e abril, o Brasil comprou 350 mil toneladas e outras 215 mil já estão contratadas nos Estados Unidos. A previsão é que seja importado 1,5 milhão de toneladas até o final do ano, ante 1,144 milhão em 2002.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink