Governo fortalece a pecuária
CI
Agronegócio

Governo fortalece a pecuária

PAP inclui linhas de crédito para aquisição de matrizes e reprodutores
Por:
Plano Agrícola e Pecuário 2012/2013 inclui linhas de crédito para aquisição de matrizes e reprodutores

Pecuaristas terão tratamento diferenciado durante a safra 2012/2013. O Plano Agrícola e Pecuário lançado nesta quinta-feira, dia 28 de junho, inclui linha de crédito específica para a compra de matrizes e reprodutores bovinos e bubalinos.

Cada criador poderá contratar até R$ 750 mil para aquisição dos reprodutores, valor que estimulará a ampliação da atividade e a qualidade genética do rebanho. Outra medida que beneficia os criadores é o aumento de limite de comercialização às agroindústrias beneficiadoras e processadoras de leite de R$ 40 milhões para R$ 50 milhões e do prazo para pagamento de 180 dias para 240 dias. Esse limite engloba também a pecuária de corte, leiteira.


No caso específico da suinocultura, os produtores independentes terão à disposição uma linha de crédito específica para a retenção de matrizes, com limite por produtor de até R$ 1,2 milhão, prazo de pagamento de até dois anos e juros de 5,5% ao ano. Com a medida, o governo apoia os produtores tendo em vista as dificuldades enfrentadas pelo setor. “Estamos atentos às dificuldades do setor e essas medidas são uma maneira de amenizar os prejuízos do produtor. Esse Plano foi cuidadosamente construído pelo Governo, por isso digo sem sobra de dúvidas que é o mais democrático e auspicioso de todos os tempos”, disse o ministro.


Os produtores de caprinos e ovinos também terão mais acesso à crédito para aquisição e retenção de matrizes e reprodutores, com limite de até 600 mil, prazo de cinco anos para pagamento e três anos de carência, a juros de 5,5% ao ano.

O Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (Moderagro), que financia a pecuária de leite e a criação de ovinos, caprinos, suínos e aves, também mereceu um aporte do governo. O limite de crédito por aumentou em R$ 100 milhões, passando de R$ 850 milhões para R$ 950 milhões. O prazo de pagamento foi ampliado para até 12 anos com até três de carência.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink