Governo vai propor aos EUA que eliminem tarifa de importação de açúcar e álcool em 2006

Agronegócio

Governo vai propor aos EUA que eliminem tarifa de importação de açúcar e álcool em 2006

Por: -Admin
1 acessos

O governo federal apresentará até 15 de junho na Alca (Área de Livre Comércio das Américas) proposta para que os Estados Unidos incluam o Brasil na primeira fase de desgravação de tarifas para importação de açúcar e de álcool. “Em contrapartida, o Brasil também poderá incluir o trigo americano na lista de produtos que deverão ter a alíquota de importação zerada a partir de 2006. Esta tarifa hoje é de 10%.

De acordo com o diretor do Departamento do Açúcar e do Álcool do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ângelo Bressan, pela proposta dos Estados Unidos a tarifa para importação de açúcar e álcool só estará zerada para o Brasil a partir de 2016, ou seja, a última fase da desgravação. “Nossa proposta é flexível e poderemos negociar outros mecanismos para incrementar a exportação desses dois produtos para o mercado norte-americano, como melhoria das cotas e eliminação das tarifas nos dois primeiros anos, por exemplo”, afirmou Bressan.

O diretor também negou boatos de que o Brasil não teria condições de cumprir os compromissos de exportação de álcool. “Nós temos condições não só de manter esses compromissos como temos interesse de que o mercado aumente cada vez mais”, ressaltou. Atualmente, a área plantada de cana-de-açúcar no Brasil é de 5 milhões de hectares. De uma produção anual de 12,6 bilhões de litros de álcool, o país exporta apenas 500 milhões de litros. A produção de açúcar chega a 22 milhões de toneladas, com exportações estimadas em cerca de 13 milhões de toneladas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink