Grandes frigoríficos são denunciados por dumping
CI
Agronegócio

Grandes frigoríficos são denunciados por dumping

Concorrência desleal estaria levando frigoríficos de pequeno e médio portes a fecharem as portas; recursos do BNDES subsidiariam a prática
Por:
Grandes frigoríficos brasileiros estariam vendendo a carne bovina por preços até 10% inferiores aos praticados no mercado. A denúncia de dumping é do presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) e do Sindicarnes-PR, Péricles Salazar. A prática, segundo ele, estaria prejudicando os pequenos e médios frigoríficos.


"Além da escassez de boi gordo para o abate que está se verificando em praticamente todos os estados brasileiros e está levando ao fechamento e a concessão de férias coletivas em muitas unidades, os pequenos e médios frigoríficos brasileiros estão se defrontando com uma estratégia de dumping por parte dos grandes frigoríficos para asfixiar e eliminar a concorrência no setor", disse.

Segundo ele, as grandes empresas "estão fazendo isso com dinheiro do governo porque tomam recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômicos e Social) para subsidiar seus prejuízos".

A concorrência desleal está, ainda de acordo com Salazar, levando muitos frigoríficos de pequeno e médio portes a fecharem as portas ou a serem incorporados ou vendidos,"aumentando a concentração no setor e diminuindo a concorrência".

No Estado, a prática já promoveu o fechamento de um frigorífico outros dois estariam na iminência de encerrar as atividades. Um funcionário de um dos frigoríficos, que preferiu não se identificar, disse que o preço praticado pelas grandes empresas "é um problema". Ele contou ainda que houve redução de produção, mas não quis citar volumes.


O presidente da Abrafrigo disse que o problema vem ocorrendo há um mês. "Quando os pequenos e médios frigoríficos fecharem as portas, o produtor vai ficar à mercê de meia dúzia de empresas", declarou. Ele preferiu não revelar o nome nem o número de frigoríficos que estariam praticando esta prática predatória.

Salazar pretende levar a denúncia para o Ministério de Indústria e Comércio e para a presidência do BNDES. Hoje o Brasil conta com um total de 750 frigoríficos com inspeção federal (SIF) e o Paraná com 15 empresas.

No ano de 2007, os frigoríficos do Paraná abateram 2,870 milhões de cabeças, volume menor que o de 2006 quando foram abatidas 3,173 milhões de cabeças. Em 2006, o Estado exportou US$ 23,9 milhões em carne bovina. No ano passado, as vendas externas renderam US$ 20,8 milhões.


O consultor da área de pecuária da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Alexandre Jacewicz, disse que o produtor não pode ser prejudicado porque é um elo da cadeia de carnes. Segundo ele, até agora, a Faep, não recebeu nenhuma denúncia de produtores sobre a prática de dumping.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.