Granizo causa perdas no café de SP e MG

Agronegócio

Granizo causa perdas no café de SP e MG

A umidade está muito alta sobre toda a região central do Brasil.
Por:
1118 acessos

A umidade está muito alta sobre toda a região central do Brasil. Há previsão para pancadas de chuva sobre grande parte de Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Ontem (3), esse sistema provocou chuva de granizo em diversos locais de São Paulo e sul de Minas Gerais, atingindo áreas produtoras de café, milho e feijão. Na semana passada, já tinha sido registrado na cidade mineira de Boa Esperança ocorrência de granizo.

Em alguns locais a chuva de ontem (3), foi tão forte que as perdas podem ultrapassar os 80%, segundo relato de produtores. Cafezais inteiros foram dizimados e o milho que estava sendo cultivado em pivô foi retalhado pela chuva de granizo. De acordo com o agrometeorologista Marco Antonio Santos, não dá para descartar a possibilidade de novas ocorrências de granizo ao longo desta terça-feira (4) e quarta-feira (5).

Com a chuva registrada no Centro-Oeste e em boa parte do Sudeste, produtores de soja continuarão avançando com os trabalhos de plantio, já que os níveis de umidade do solo estão mais altos nos últimos dias. Além disso, produtores de feijão e de milho também estão sendo beneficiados com a chuva. Cafeicultores, citricultores e canavieiros paralisaram os trabalhos de colheita.

Nos próximos dias, a tendência é de chuva em toda a faixa central do Brasil, o que possibilitará o avanço do plantio da soja e consequentemente o desenvolvimento das lavouras. Vale lembrar, que a chuva ao longo da semana não será sinônimo da regularização do regime de chuvas. Segundo os modelos de previsão a partir do próximo final de semana as chuvas voltam a ficar irregulares em toda faixa central e norte do País, avisa o agrometeorologista.

Nesta terça-feira (4), o tempo firme no Sul do Brasil pode levar os produtores de soja, milho, feijão e arroz iniciarem a paralisação dos plantios por causa do baixo nível de umidade no solo. A ausência de chuva torna inviável a continuidade do plantio em algumas propriedades rurais. A boa notícia é na quarta-feira (5), há previsão de algumas pancadas de chuva para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, regiões que mais estão sentindo os efeitos da ausência de chuvas regulares. A tendência é que somente na semana que vem é que as chuvas ficarão mais concentradas sobre a metade sul do Brasil.

Já na região do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, o avanço de áreas de instabilidade provocam pancadas de chuva localizadas que poderão ser registradas ao longo da semana. Mas, a chuva não é sinônimo da regularização do regime de precipitações. Vale ressaltar, que novos períodos de estiagem poderão ser observados nos próximos 20 dias na região, alerta Santos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink