Grupo alerta para impacto das mudanças climáticas no trigo
CI
Imagem: Pixabay
MUNDO

Grupo alerta para impacto das mudanças climáticas no trigo

"O aumento da variabilidade climática está exacerbando o problema"
Por: -Leonardo Gottems

Espera-se que eventos graves de escassez de água afetem até 60% das áreas de cultivo de trigo do mundo até o final do século 21, de acordo com um documento de estratégia recentemente divulgado da Wheat Initiative, um grupo de entidades públicas e privadas envolvidos na pesquisa de trigo. A segunda versão do documento de visão do grupo, “Uma Visão Internacional para Melhoria do Trigo”, incluiu uma seção dedicada ao impacto das mudanças climáticas na produção de trigo.

“A água é o maior fator que influencia a produtividade do trigo”, disse a Wheat Initiative em seu relatório. O jornal também citou pesquisas que mostram que cada aumento de 1 grau C na temperatura deve diminuir o rendimento do trigo em 7% em média.

O artigo observou que a seca e o estresse por calor estão se tornando cada vez mais prevalentes, com cerca de metade de todo o trigo globalmente passando por períodos de estresse por calor e 20 milhões de hectares ou mais enfrentando déficits de água rotineiramente. Ele disse que extremos de temperatura e precipitação “já são atribuídos a 40% da variabilidade interanual da produção de trigo”.

“Embora o ajuste da maturidade ao ambiente tenha sido fundamental para aumentar a produtividade do trigo, surgem problemas durante as estações anormais, quando o caminho de desenvolvimento das variedades de elite não corresponde mais aos padrões de chuva e temperatura”, disseram os autores da Wheat Initiative no artigo. “O aumento da variabilidade climática está exacerbando o problema.” Outros fatores, como temperaturas noturnas mais altas, choques térmicos , padrões instáveis de chuva e fatores nutricionais, não são contabilizados no estudo, mas “provavelmente impactarão ainda mais negativamente os rendimentos do trigo”.

De acordo com o artigo, as prioridades de pesquisa incluem aumentar a diversidade genética e entender a biologia das raízes e do solo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.