Grupo Bureau Veritas inaugura quarto laboratório no país
CI
Imagem: Pixabay
INAUGURAÇÃO

Grupo Bureau Veritas inaugura quarto laboratório no país

Empresa possui o maior centro de análise de cotonicultura da América Latina em Sapezal
Por:

O Grupo Bureau Veritas, líder mundial em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), inaugura seu quarto laboratório de análises de algodão no Brasil. Localizado em Campo Novo dos Parecis, no Mato Grosso, o centro tem capacidade instalada para análise de 1,8 milhão de amostras por safra em uma espaço de 800 m2 de área construída equipada com sete máquinas HVI. A nova unidade atende ao aumento da demanda dos cotonicultores da região, cumprindo todas as normas internacionais para análise das características físicas do algodão e para emissão de laudos de classificação tecnológica em até 24 horas com confiabilidade e credibilidade.

“O investimento em mais um laboratório de algodão no Brasil reitera nossa liderança no segmento. As análises da cotonicultura validam e certificam todo o trabalho do produtor na condução de sua lavoura ao evidenciarem a qualidade da commodity, o que impacta no seu valor de mercado e na garantia ao comprador de contratos negociados em parâmetros de alto padrão”, afirma do Leoilson Vidal, Diretor do de Agronegócios & Commodities do Bureau Veritas.

A escolha de Campo Novo dos Parecis reflete a importância da região para a cotonicultura nacional. Mato Grosso é o estado com maior plantio de algodão, respondendo por mais de 66% de toda a área plantada no país. Com a nova unidade, o Bureau Veritas passa a analisar 85% da produção local. O Grupo já possui o maior centro de análise de algodão da América Latina na cidade vizinha Sapezal, com capacidade de inspeção de 2,8 milhões de amostras por safra, além do laboratório em Rondonópolis, com 1,5 milhão de amostras verificadas por safra, e um terceiro em Sorriso, com 2,1 milhões de amostras por safra.

O Bureau Veritas lidera o segmento de análise de algodão no Brasil, com 65% da produção total do país, que registrou aumento de 6,5% da área plantada neste ano em relação a 2019. O algodão é uma cultura estratégica para a economia do país, que ocupa a quarta posição no ranking global de produção e também, desde a última safra, a vice-liderança entre os exportadores mundiais de pluma, atrás apenas dos Estados Unidos. Em 2019, o algodão movimentou mais de US$ 74 bilhões, gerando cerca de 1,2 milhão de empregos no Brasil.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink