Grupo gaúcho compra terras em MT


Agronegócio

Grupo gaúcho compra terras em MT

Área de 29 mil hectares está situiada entre os municípios de Sorriso e Sinop
Por:
2064 acessos
Uma área de 29 mil hectares entre os municípios de Sorriso e Sinop, a cerca de 500 km ao Médio-Norte de Mato Grosso, foi comercializada para o Grupo SLC. O investimento estimado em R$ 86 milhões foi confirmado pela empresa gaúcha que deverá passar a produzir soja e milho na propriedade a partir da safra 2012/2013. A partir de julho os atuais proprietários da fazenda, que não tiveram os nomes divulgados, deverão desocupar a área. De acordo com o gerente de relações de investidores, Frederico Logemann, dos 29 mil hectares, 9 mil (ha) deverão continuar sendo cultivados e os demais são Área de Preservação Permanente(APP). Frederico Logemann revela que por enquanto um acordo impede que o nome dos antigos proprietários e até mesmo a localização exata da área sejam revelados. “Só podemos dizer que se trata de duas famílias do Estado de São Paulo”.


A empresa, que possui capital aberto, já atua no Estado em unidades nos municípios de Diamantino (a 200 km de Cuiabá) e Sapezal (a 517 km da Capital). De acordo com Logemann, o grupo irá plantar neste primeiro momento soja e milho e em um prazo de 3 anos, em média, começa o cultivo de algodão. Está prevista também a construção de uma algodoeira para beneficiamento da fibra. “Tradicionalmente fazemos rotação entre as 3 culturas”. Por enquanto será construído mais um silo para armazenamento de grãos.


Consultor do agronegócio Amado de Oliveira Filho afirma que investimentos como estes tendem a ser bons para região, até porque substitui uma empresa ou família que não iria fazer mais investimentos por outras dispostas a ampliar a produção. Com relação à substituição de famílias por empresas à frente da produção agrícola, Oliveira diz que em casos isolados não há motivos para preocupação e que somente seria um problema se virasse tendência e tais famílias não tivessem para onde ir.


Além de Mato Grosso, onde a SLC atua desde 1994, a empresa com sede em Porto Alegre (RS) mantém propriedades nos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia, Maranhão e Piauí. SLC foi responsável pela criação da primeira indústria nacional de colheitadeiras automotrizes de grãos e possui uma joint-venture com a John Deere.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink