Grupo investirá R$ 610 milhões em usina no MS
CI
Agronegócio

Grupo investirá R$ 610 milhões em usina no MS

A nova usina deverá produzir 220 milhões de litros de álcool/ano e 200 mil toneladas de açúcar/ano
Por:

Empresários da Usina Itamarati estiveram reunidos nessa quinta-feira (29-03) com a secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, para assinatura de termo de acordo para instalação de mais uma usina de açúcar e álcool no Mato Grosso do Sul, e dessa vez o município escolhido foi Bataguassu. A previsão de investimento é de R$ 610,2 milhões.

Com capacidade para processar 4 milhões de toneladas de cana-de-açúcar/ano, a nova usina deverá produzir 220 milhões de litros de álcool/ano e 200 mil toneladas de açúcar/ano. O álcool deverá ser 100% exportado enquanto apenas 20% do açúcar atenderá ao mercado externo. Ao todo serão empregados diretamente no manejo e processamento da cana, 2.550 trabalhadores; outras 1,8 mil pessoas trabalharão nas lavouras dos fornecedores.

A demanda da nova usina requer o cultivo de pelo menos 60 mil hectares de cana-de-açúcar, sendo que 60% dessa área será da própria empresa e 40%, de fornecedores. "Além de álcool e açúcar, com a queima do bagaço da cana também iremos gerar até 50 MW de energia. A usina deve consumir entre 13 MW e 15 MW na própria unidade e o restante será vendido no mercado", pontuou o diretor de produção do grupo, Francisco Lima.

A novidade, segundo Lima, é que os fornecedores de matéria-prima serão também acionistas do empreendimento. A intenção é envolver pelo menos 150 pequenos e médios proprietários de terras da região no negócio.

Além disso, como ressaltou o diretor de produção, a idéia não é apenas trazer para o Estado a parte econômica, mas também o lado social. "Promover o ensino entre os nossos funcionários direta ou indiretamente influencia no resultado do trabalho que ele irá desenvolver dentro da usina. O funcionário capacitado tem mais segurança na hora de aprender", garante Lima ao confirmar para Tereza Cristina a instalação de uma escola agrícola em Bataguassu.

Pioneiro mundial em gestão de qualidade ISO 9001/2000, o mesmo grupo possui outra unidade sucroalcooleira em Nova Olímpia (MT), onde processa 7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano. A usina já foi considerada a maior do gênero no mundo e hoje está entre as três.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink