GSI inaugura produção de silos no RS

Agronegócio

GSI inaugura produção de silos no RS

Empresa estima faturamento de US$100 mi em dois anos
Por: -Joana
7119 acessos
Marau – Na noite desta quinta-feira (19), a empresa GSI inaugurou a produção de sistemas de armazenagem na sua unidade em Marau (RS), onde já atuava na produção de equipamentos de proteína animal após junção com a Avemarau em 2008. Com um quadro de aproximadamente 350 colaboradores, a diretoria estima que em dois anos sejam efetivados mais 150 novos empregos diretos, além de um faturamento de US$ 100 milhões anuais na área de armazenagem.

Antes instalado em Brusque (SC), o parque fabril da GSI foi transferido para Marau, onde a empresa tem a maior fábrica de equipamentos para produção de proteína animal da América Latina. Segundo o presidente da GSI no Brasil, Sidney Del Gaudio, com a reabertura da fábrica de silos em Marau, a companhia consolida um investimento de R$ 24 milhões. Devido ao mercado disponível, o investimento deve dar retorno muito em breve. “O Brasil tem historicamente batido recordes de grãos. E este ano tivemos mais um”, aponta Del Gaudio, destacando que com os silos, os produtores que colherem grãos não precisam vender imediatamente, podendo guardar para vender quando o preço estivesse melhor.

Para o presidente mundial da GSI, Scott Clawson, a missão da empresa é ser líder mundial no ramo, e é uma grande oportunidade investir no Brasil. Mesmo com unidades em países como EUA, Canadá, Malásia e China, o Brasil é especialmente importante, pois é um grande produtor mundial de alimentos.

O prefeito municipal de Marau, Vilmar Perin Zanchin, deu boas vindas à nova produção e ressaltou a sua satisfação com os investimentos da empresa na região. “Muitos marauenses estão vivendo seus sonhos dentro da GSI. Ela faz bem a Marau e ao Rio Grande do Sul”, anunciou ao fim de seu discurso.

Esteve presente também no evento o ex-ministro da Agricultura Francisco Turra. Natural de Marau, Turra diz que o retorno em plena atividade no município será de grande importância para a região e para a própria empresa. “O momento é o melhor possível porque a imagem do Brasil lá fora é de um grande produtor de alimentos. Essa empresa trabalha com a possibilidade do aumento de produtividade”, concluiu.

Após discurso das autoridades e benção do Frei Agenor Bortolon, foi realizada visita dos convidados dentro da fábrica para conhecer os sistemas de produção dos equipamentos de proteína animal e de produção de armazenagem de grãos.

Foto: Presidente da GSI Brasil Sidney Del Gaudio (E) e presidente mundial Scott Clawson (D)

*A jornalista viajou a convite da GSI

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink