Guerra por mercado pode ser o estopim
CI
Agronegócio

Guerra por mercado pode ser o estopim

Por:

A decisão da Rússia de proibir a importação de carne suína de Santa Catarina sob a alegação de que está infectada com a doença de Aujeszky corresponde a um protecionismo sanitário, disseram autoridades brasileiras ontem.

A Rússia suspendeu na terça-feira as importações de carne suína de Santa Catarina - responsável por 70% dos envios de carne de porco do Brasil para o país - devido à presença da doença de Aujeszky no Estado. A doença causa febre, problemas respiratórios e perda de peso em porcos, mas não afeta os homens.

“A medida é protecionismo sanitário. Retaliação sem base científica”, disse João Cavallero, diretor do Departamento de Defesa Animal do Ministério da Agricultura. “SC é considerada temporariamente livre de Aujeszky pela Organização Internacional de Epizootias”.

Cavallero acrescentou que porcos de 74 fazendas do Estado serão separados até 15 de janeiro por terem mostrado sinais da doença, mas que sua pequena presença no Estado está dentro dos níveis internacionalmente aceitos pela OIE como temporariamente livre de Aujesky. “Além disso, a doença não pode ser transmitida pelo carregamento de carne de porco”, disse Cavallero.

“Isso é provavelmente uma retaliação ao processo antidumping que o governo iniciou contra os envios de fertilizantes russos”, disse. Cavallero disse que o ministro da Agricultura, Marcus Vinicius Pratini de Moraes, está em contato com o vice-primeiro-ministro e ministro da Agricultura da Rússia, Alexei Gordeyev, para tentar resolver a questão comercial que pessoas da indústria e governo dizem que custará a SC de US$ 30 milhões a US$ 50 milhões por mês.

Na quinta-feira, Pratini de Moraes disse em uma entrevista no Canal Rural ao futuro ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, que normas sanitárias estão cada vez mais sendo usadas de modo abusivo para fins protecionistas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.