Hábitos adquiridos na pandemia devem ser permanentes
CI
Imagem: Marcel Oliveira
CONSUMO

Hábitos adquiridos na pandemia devem ser permanentes

Saiba quais são estes comportamentos de consumidores e esmiúça seus reflexos sobre o setor nacional de frutas e hortaliças
Por:

Ainda em 2022, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pode declarar o fim da pandemia de covid-19, alterando o status da situação da doença para endemia. E, mesmo que a crise sanitária definitivamente se encerre, importantes consultorias globais já indicam que muitos comportamentos adquiridos por consumidores nos últimos dois anos devem persistir no pós-pandemia. Na edição de março da Hortifruti Brasil, a Equipe de HF traz quais são estes comportamentos de consumidores e esmiúça seus reflexos sobre o setor nacional de frutas e hortaliças.

De acordo com grandes consultorias globais, o comércio on-line de alimentos, o consumo de alimentos frescos com apelo saudável, a segurança do alimento, o mercado local e compra direta do produtor e os apelos ambiental e sustentável são hábitos adquiridos (ou reforçados) durante o período pandêmico e que devem persistir nos próximos anos.

Essas tendências, embora modificadas, têm bastante relação com o cenário já observado nos últimos cinco anos – e apresentado em edições anteriores da revista Hortifruti Brasil. Conforme mencionado no relatório “A Fresh Start?”, da Fruit Logistica, a pandemia intensificou demandas dos consumidores, que, na verdade, já estavam em jogo nos últimos tempos.

Primeiro, o grande desafio do setor de HF após a chegada da pandemia foi o de repensar a experiência do cliente em diferentes canais de compra (sejam físicos ou virtuais), atrelando as demandas deste consumidor, cada vez mais informado e conectado, a um mercado bastante exigente em termos de sustentabilidade, sem que os maiores custos limitassem a demanda final, fragilizada pela crise provocada pela covid-19.

Atualmente, passados os períodos mais críticos da pandemia, as pessoas querem e estão saindo mais de casa. Um estudo da consultoria Kantar mostra que o consumo fora do lar está em recuperação, e o canal e-commerce passa por uma desaceleração na maioria dos países. Cabe, agora, ao setor de HF estar preparado para atender a estas diferentes necessidades, pensando em seu público de forma cada vez mais personalizada.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.