Herbicida com novo ingrediente ativo tem ação rápida em baixas doses
CI
Imagem: Marcel Oliveira
TECNOLOGIA

Herbicida com novo ingrediente ativo tem ação rápida em baixas doses

Pode ser usado para uma ampla variedade de culturas, incluindo soja, milho e algodão
Por: -Leonardo Gottems

Um herbicida com novo ingrediente ativo e ação rápida mesmo em baixas doses pode ser a nova alternativa para controle de plantas daninhas invasoras. Com a marca comercial Rapidicil, o defensivo agrícola é formulado a base de epyrifenacil – pertencente a classe de compostos conhecidos como inibidores de protoporfirinogênio oxidase (PPO).

O dossiê regulatório para pedido de registro do novo herbicida já foi submetido pela Sumitomo Chemical América Latina às autoridades brasileiras e argentinas. “Uma vez aprovado, o Rapidicil fornecerá aos produtores uma performance eficaz contra uma ampla gama de ervas daninhas de folhas largas e estreitas em aplicações foliares”, afirma Alim Bicalho, gerente de Marketing Estratégico LATAM, Sumitomo Chemical.

De acordo com ele, o Rapidicil “será uma importante ferramenta de controle de ervas daninhas, pois os agricultores precisam de diversidade de produtos para misturas ou para alternar diferentes modos de ação. Rapidicil deverá desempenhar um papel vital nas futuras recomendações de manejo de resistência”.

A fabricante, controlada pela Sumitomo Chemical Co., Ltd. (SCC), afirma que extensas pesquisas demonstraram que Rapidicil tem ação rápida em baixas doses e pode ser usado para uma ampla variedade de culturas, incluindo soja, milho e algodão. Além disso, fornece controle de ervas daninhas antes da semeadura em plantio direto, o que pode suprimir as emissões de dióxido de carbono em comparação com as práticas de preparo do solo. 

“Aplicamos nossa experiência em herbicidas e investimos em pesquisas de primeira classe para criar o Rapidicil. Os agricultores terão uma nova ferramenta para o manejo de plantas daninhas, otimizando, assim, o rendimento dos cultivos e a qualidade da colheita”, disse Fabio Oliveira, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Sumitomo Chemical.

Segundo a Sumitomo, o novo herbicida está sendo desenvolvido para uma combinação com cultivos tolerantes a inibidores de PPO, em desenvolvimento pela Bayer, em uma relação de colaboração global conjunta. Além disso, aponta a empresa, Rapidicil poderá ser usado durante os períodos de desenvolvimento dos cultivos em pós-emergência.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.