Honduras espera número elevado das exportações do café

QUINTO LUGAR

Honduras espera número elevado das exportações do café

Honduras se tornou o quinto maior produtor de café do mundo, abaixo do Brasil, Vietnã, Colômbia e Indonésia
Por:
63 acessos

Uma das atividades produtivas que gera mais renda em moeda estrangeira para Honduras é a exportação de café, onde a cada ano as expectativas da estação que se inicia em 1º de outubro são muito altas, tanto para os trabalhadores do setor, como produtores.

Segundo as projeções do Instituto do Café de Honduras (IHCAFÉ), a safra 2018/2019 registrou uma queda de US$ 187 milhões em sua receita, em comparação com o ciclo anterior.

Na safra cafeeira, de 1º de outubro de 2018 a 30 de setembro de 2019, Honduras recebeu US$ 950,1 milhões em exportações de grãos, abaixo dos US$ 1,1 bilhão do período anterior, segundo o IHCAFÉ.

Para esta nova temporada, as projeções ainda estão em baixa, uma vez que o mercado internacional permanecerá saturado, baixando os preços do café. Para 2020, o IHCAFÉ informou aos produtores que se espera uma exportação de pelo menos 8,5 milhões de sacas, com uma queda em valor de US$ 150 milhões. Isso sem levar em consideração as flutuações de preços do grão internacionalmente.

Honduras se tornou o quinto maior produtor de café do mundo, abaixo do Brasil, Vietnã, Colômbia e Indonésia. São 100.000 famílias produtoras, a maioria com culturas abaixo de cinco hectares, gerando cerca de 38% do Produto Interno Bruto (PIB) no setor agrícola.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink