III Expocapri faz balanço positivo de público e negócios

Agronegócio

III Expocapri faz balanço positivo de público e negócios

O evento, com foco na agropecuária familia atraiu 12 mil visitantes e contabilizou R$ 700 mil somente em compra e venda de animais
Por: -Janice
287 acessos
A 3ª edição da Expocapri – Exposição e Feira Especializada em Caprinos e Ovinos, que aconteceu em Salgueiro entre os dias 30 de julho e 02 de agosto, superou todas as expectativas de público, realização de negócios e número de animais. O evento, com foco na agropecuária familiar, esperava reunir 10 mil pessoas e acabou atraindo 12 mil visitantes. A estimativa dos organizadores era realizar negócios da ordem de R$ 500 mil. Até essa segunda-feira (03), já foram contabilizados R$ 700 mil somente em compra e venda de animais. Além disso, eram aguardados 640 animais, porém participaram no parque Gumercino Filgueira Sampaio 960 representantes de raças como Bôer, Anglo Nubiano, Santa Inês, Dorper, Saanen e Moxotó.

A coordenação da Expocapri também avaliou muito positivamente a participação de produtores e estudantes nas mais diversas atividades de transferência de conhecimentos, principalmente as palestras e demonstrações de campo. Segundo o criador João Silva, do Sítio Mutuca, interior de Salgueiro, as capacitações foram muito proveitosas. “Fomos ver de perto algumas tecnologias, principalmente de convívio com a seca. Gostei de mais de aprender com o técnico algumas dicas de conservação de forragens, por exemplo. Saímos da Expocapri, cada um, sabendo um pouco mais da sua atividade”, ressaltou.

Segundo o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Ângelo Ferreira, a Exposição e Feira de Caprinos e Ovinos de Salgueiro cresceu também na qualidade dos animais apresentados. Visitando pela segunda vez o evento, Ângelo Ferreira destacou a melhoria do padrão genético das raças e do manejo reprodutivo, que estiveram em avaliação durante os torneios de peso, leiteiro e julgamento de raças. Ao todo os cinco concursos distribuíram prêmios na ordem de R$ 15.500. A novidade ficou por conta da criação do troféu Francisco Leite Perrazo para o melhor expositor da raça Santa Inês. Uma justa homenagem ao ex-deputado e ex-presidente da Comissão da Caprinovinocultura da Faepe-Federação da Agricultura de Pernambuco.

De acordo com o gerente da Compare Equipamentos Agrícolas, Ricardo Brisotto, esta edição da Expocapri foi a mais rentável para os expositores. Participando do evento desde a sua criação, Ricardo Brisotto lembrou que este ano a área reservada para os expositores foi ampliada, mas mesmo assim não faltaram negócios para cada um dos participantes. “Recebemos a visita de vários clientes de Salgueiro e também de outros municípios. Fechamos alguns bons negócios e adiantamos o contato para novas negociações, além de colocarmos a nossa marca em evidência para um público consumidor que só cresce a cada ano, o cliente da caprinovinocultura”.

Paralelo às palestras e demonstrações de campo, que aconteciam simultaneamente no estande do Sebrae e CVT – Centro de Vocação Tecnológica e trataram sobre assuntos como raças, inseminação artificial, sanidade de caprinos e ovinos, manejo reprodutivo e fitoterapia, os espaços criados pelas ONGs, Serviço de Tecnologia Alternativa (Serta), Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor), Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa) e a Embrapa Semiárido mostraram as últimas alternativas de baixo custo para agregação de valor em propriedades familiares ligadas não apenas à caprinovinocultura, mas a todos os Arranjos Produtivos Locais (APLs) da região. As informações são da assessoria de imprensa do evento.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink