IIPR supera 98% no acumulado em 12 meses
CI
Imagem: Pixabay
IIPR

IIPR supera 98% no acumulado em 12 meses

Na comparação entre outubro e setembro, o crescimento foi de 11,89%

O Índice de Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR), acumula alta de 98,11% no período de 12 meses. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, (23/11) pela Farsul, responsável pelo levantamento. Somente em outubro a elevação foi de 11,89%. O resultado é reflexo da combinação da taxa cambial, menor oferta e demanda interna de alimentos aquecida, reflexo do Auxílio Emergencial.

Na relação com outro indicador, os índices mostram mais uma vez seu descolamento. Enquanto o IIPR acumula alta de 91,24% no ano, o IPCA Alimentos fica em 9,37%. Esses resultados são reflexos da taxa de câmbio que atinge patamares historicamente elevados, contribuindo na valorização dos preços agrícolas. Já a baixa da atividade econômica, em decorrência das medidas adotadas no combate à pandemia de Covid-19 afeta muitos produtos que compõe a cesta do IPCA Alimentos.

O Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) do mês de outubro apresentou uma inflação de 0,85% em relação a setembro, também impactado pela variação cambial que encarece os custos dos insumos importados, o que acaba por fazer com que o indicador tenha uma aceleração maior que o IPCA. No acumulado entre janeiro e outubro, o IICP tem alta de 8,28% contra 2,22%. Com a tendência de manutenção da taxa cambial em níveis altos, o produtor deve ficar atento aos seus custos que devem manter a trajetória de aceleração.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink