Agronegócio

Importação de café do Vietnã gera polêmica em MG

O movimento favorável à importação é liderado pela indústria cafeeira e por exportadores de café verde
Por: -Redação
1 acessos

Está ganhando terreno no país a discussão sobre a abertura de mercado brasileira para a compra de café de outros países, principalmente do Vietnã - segundo maior produtor mundial -, sob a forma do regime de drawback. O movimento favorável à importação é liderado pela indústria cafeeira e por exportadores de café verde.

Conforme o presidente do Sindicato da Indústria de Café do Estado de Minas Gerais (Sindicafé), Almir José da Silva Filho, o assunto é bastante complexo e a entidade não tem posição definida.

"Não temos uma questão fechada", afirmou Silva Filho. Segundo ele, a autorização do drawback teria que vir acompanhada de ações de proteção ao produtor rural, caso contrário a importação poderia ocasionar problemas ao setor produtivo. Em Minas Gerais - maior produor de café do Brasil -, existem 559 marcas de café, sendo 444 de indústrias mineiras, que somam 317 unidades em todo o Estado.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink