Importações chinesas de soja dos EUA aumentam

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI
GUERRA COMERCIAL

Importações chinesas de soja dos EUA aumentam

Líderes políticos dos dois países já iniciaram negociações
Por: -Leonardo Gottems

As importações chinesas de soja dos Estados Unidos aumentaram em março, mas ainda totalizam apenas metade dos volumes do ano passado, segundo informou a agência de notícias Reuters. A China importou 1,51 milhão de toneladas de soja dos EUA em março, de acordo com dados da Administração Geral das Alfândegas, conra 907.754 toneladas em fevereiro. 

Como parte de uma disputa comercial entre os dois países, a China colocou grandes tarifas sobre as cargas dos EUA e está limitando as compras. Para tentar resolver este impasse, líderes políticos dos dois países estão promovendo uma série de reuniões na esperança de se tornarem grandes parceiros comerciais novamente. 

Nesse cenário, os dados alfandegários mostraram um aumento significativo nas compras da China de oleaginosas oriundas do Brasil e do Canadá. Isso porque, os asiáticos importaram cerca de 2,79 milhões de toneladas do Brasil, contra 2,33 milhões de toneladas no ano passado, o que é considerado um aumento significativo pelo mercado global. 

Além disso, os dados que foram divulgados pela Reuters deram conta de que as importações canadenses aumentaram de 70.997 toneladas no ano passado para 205.776 toneladas em 2019. Outro fator importante que foi comentado foi de que as importações totais de soja da China em março atingiram 4,92 milhões de toneladas. 

Para o Fundo Monetário Internacional (FMI), uma sequência na disputa comercial poderia acabar beneficiando, não só o Canadá, mas também o México. "O efeito para a China é geralmente maior em todos os modelos, uma vez que as exportações para os Estados Unidos representam uma proporção maior da economia chinesa do que vice-versa", indica. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink