Incerteza domina os mercados globais de trigo dos EUA
CI
Imagem: Marcel Oliveira
MUNDO

Incerteza domina os mercados globais de trigo dos EUA

As principais incógnitas são quanto trigo de inverno os produtores ucranianos poderão colher
Por: -Leonardo Gottems

Um mês depois que as forças russas invadiram a Ucrânia, o combate continua a agitar inúmeros mercados mundiais, entre os quais o trigo.  A incerteza sobre a oferta mundial continua sustentando os preços do trigo nos EUA, que geraram um prêmio de risco de cerca de US$ 1 por bushel no mês seguinte à invasão.

As principais incógnitas são quanto trigo de inverno os produtores ucranianos poderão colher, quanto trigo de primavera e outras culturas podem semear no período de plantio em andamento e quanto grãos eventualmente podem ser enviados de portos comprometidos na nação do Leste Europeu. Alguns analistas sugeriram que apenas 40% a 60% da área cultivada típica pode ser semeada nesta primavera na Ucrânia.

Os produtores ucranianos da província de Rivne, no noroeste, na fronteira com a Bielorrússia, começaram a semear culturas de primavera, incluindo trigo de primavera, aveia e beterraba, informou a Reuters em 22 de março, e planejavam semear grandes áreas com cereais de primavera, girassol e soja.

Os agricultores da área tentarão semear 420.000 hectares e fornecer apoio às regiões do sudeste, onde as colheitas podem ser mais prejudicadas pela guerra com a Rússia, disse o governador Vitaliy Koval à agência de notícias. Ele disse que 66% dos campos com culturas de inverno foram fertilizados.

“O maior impacto doméstico neste momento é a incerteza contínua de quão escassos serão os suprimentos, onde eles estarão”, disse um veterano analista de mercado e corretor de grãos à Milling & Baking News , uma publicação irmã da World Grain . “Os russos disseram no próximo mês que exportarão 2 milhões de toneladas de trigo em comparação com 2,3 milhões a 2,4 milhões no passado. Então, eles ainda estão exportando, enquanto os ucranianos não poderão embarcar desses portos. Há alguns relatos de remessas de trem, e as notícias obviamente estão afetando os preços, mas muito disso não é factual, não verificado”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.