Índia lança vacina peletizada contra a Doença de Newcastle

Agronegócio

Índia lança vacina peletizada contra a Doença de Newcastle

Índia lança vacina peletizada contra a Doença de Newcastle
Por:
1002 acessos
Campinas, 25 de Agosto - Após 10 anos de intensas pesquisas, o Dr. John Kirubaharan, professor do Departamento de Microbiologia Veterinária do Colégio Veterinário de Madras, no sul da Índia, desenvolveu uma vacina viva que além de incorporar um novo vírus da Doença de Newcastle, tem uma forma inédita de apresentação: é peletizada (ou granulada).

A informação foi divulgada pelo jornal The Times, da Índia, e revela que as preocupações do Dr. Kirubaharan com aquela que é “uma das mais antigas e também a mais séria doença enfrentada mundialmente pela avicultura” são bem anteriores ao início de suas pesquisas: começaram em 1992, quando o pesquisador era apenas um acadêmico da Universidade de Ciências Animais e Veterinárias do Estado de Tamil Nadu.

Oito anos depois, em 1999, ele recebeu o apoio oficial (e verbas) do Instituto Indiano de Pesquisas Agrícolas (ICAR, na sigla em inglês) para desenvolver uma vacina oral peletizada contra a Doença de Newcastle. Para a realização dos trabalhos, foi utilizada uma cepa específica – Tanuvas D58 – extraída de aves aparentemente saudáveis e não vacinadas contra a Doença de Newcastle.

“Essa vacina é a melhor resposta que poderíamos proporcionar aos pequenos avicultores”, ressalta o Dr. V. Ramaswamy, professor e diretor do Departamento de Microbiologia Veterinária do Colégio Veterinário de Madras. Ele destaca, por exemplo, que a vacina oral peletizada dispensa o manejo individual da ave (necessário na administração via gota nasal ou ocular), pode ser normalmente misturada à ração, não exige cuidados especiais de armazenamento e manipulação e não causa reações pós-vacinais – não só nas aves, mas também nos vacinadores, eventualmente afetados por uma conjuntivite branda.

Abaixo, uma breve apresentação da nova vacina, conforme relato da própria Universidade de Ciências Animais e Veterinárias de Tamil Nadu. A propósito, não custar citar que essa nova vacina responde de perto a um dos grandes desafios enfrentados pela avicultura brasileira: obter uma ampla imunização (contra a Doença de Newcastle) das aves criadas em assentamentos rurais, ao redor de instalações avícolas comerciais ou, mesmo, em plantéis de subsistência.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink