Indústria da cerveja estimula o desenvolvimento sustentável na agricultura familiar
CI
Imagem: Pixabay
AGRICULTURA FAMILIAR

Indústria da cerveja estimula o desenvolvimento sustentável na agricultura familiar

Iniciativas visam promover um plantio cada vez mais sustentável e o fortalecimento da economia regional
Por:

A grande parte dos alimentos que chegam às mesas das famílias brasileiras vem das mãos dos pequenos agricultores. Para reconhecer e ampliar a visibilidade desse segmento tão importante para a economia e sociedade, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) instituiu o dia 25 de julho como data de celebração anual do Dia Internacional da Agricultura Familiar.

Para o setor cervejeiro, a data é de extrema importância, pois o campo é a origem de todos os ingredientes fundamentais para a produção da bebida, como o lúpulo, cevada, trigo, mandioca e tantos outros que fazem da cerveja uma bebida tão apreciada pelos brasileiros.

“Para garantir a qualidade das matérias-primas para a produção da cerveja, é preciso pensar também no bem-estar e proporcionar uma fonte de renda estável para quem cultiva, proporcionando rendimentos no campo e gerando impacto positivo em todo o ecossistema”, afirma o superintendente do Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja - SINDICERV, Luiz Nicolaewsky.

O incentivo à agricultura familiar tem sido o foco das ações das associadas ao Sindicerv, para proporcionar a transformação sustentável no campo e o fortalecimento da economia regional.

Nesse sentido, a Ambev tem como meta garantir que 100% dos agricultores parceiros da empresa sejam treinados, conectados e contem com estrutura financeira para desenvolver um plantio cada vez mais sustentável. Para tanto, os mais de 3 mil parceiros utilizam práticas sustentáveis em seus cultivos, como o plantio direto e rotação de culturas, que contribuem com a saúde do solo e biodiversidade.

Entre as iniciativas adotadas pela Ambev estão a chamada Agricultura Regenerativa. Trata-se de uma forma de manejo que visa retornar o ecossistema ao equilíbrio por meio da complementariedade entre cultivos, com o intuito de reduzir a dependência de insumos externos e emissões de carbono, enquanto estimula a saúde do solo, a biodiversidade, e o desenvolvimento socioeconômico dos produtores rurais.

A agricultura de baixo carbono também é foco das ações da Heineken. A cervejaria incentiva os fornecedores a implementarem boas práticas ambientais e sociais por meio da certificação pelo programa de Avaliação de Sustentabilidade Agrícola (FSA) da SAI Plataform. Esse programa é uma avaliação de critérios que envolvem meio ambiente e direitos humanos e certifica a sustentabilidade da produção agrícola. Hoje na HEINEKEN, s aproximadamente 50% dos fornecedores já são certificados e a meta é chegar em 100% até 2030.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.