Indústria de frango sela parceria com produtores de ovos no Paraná
CI
Agronegócio

Indústria de frango sela parceria com produtores de ovos no Paraná

Entidades vão promover eventos voltados para indústria avícola
Por:

Com o objetivo de construir uma representatividade mais sólida da avicultura paranaense, o Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná, (Sindiavipar) e a Associação Paranaense de Avicultura (Apavi) firmaram uma parceria. Inicialmente, a junção tem como objetivo brigar pelos interesses dos dois setores: o frango de corte e as matrizes de reprodução.

“Eles produzem ovo e nós carne. Mas o interesse na soja e no milho para alimentação é o mesmo. Vamos juntar forças para defender os interesses da indústria avícola paranaense”, aponta Domingos Martins, presidente do Sindiavipar.

A parceria também deve contribuir para abertura de novos mercados, principalmente para os produtores estaduais de ovos. As indústrias de corte exportam seus produtos para 153 países, enquanto o ovo é enviado para apenas quatro nações.

“O ovo pode pegar carona no frango. Temos um grande potencial para industrializar o produto e exportar em pó e/ou líquido. Muitas empresas de massa, pão e biscoitos têm interesse”, aponta Claudio Cesar Casagrande, presidente da Apavi.

Além das questões de mercado, a parceria também busca a qualificação dos produtores dos dois segmentos. Para isso, as entidades irão promover o 1.º Workshop da Avicultura Paranaense, no dia 24 de outubro, em Foz do Iguaçu (Oeste do estado). Por meio de palestras e oficinas, a intenção é capacitar todas as engrenagens da indústria avícola paranaense.

Trimestre

O Paraná abateu 382,29 milhões de cabeças no 1.º trimestre deste ano, 8,4% de aumento em relação ao mesmo período do ano passado (352,65 milhões). As exportações também registraram crescimento nos três primeiros meses de 2014. O volume exportado atingiu 284,71 mil toneladas, 11,8% superior a 2013 (254,58 mil toneladas).

Apesar disso, o faturamento das indústrias registrou queda. Entre janeiro e março, a receita alcançou US$ 497,7 milhões, resultado US$ 1,7 milhão menor em relação ao 1.º trimestre do ano passado – US$ 499,4 milhões.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink