Infocafé de 10/01/22
CI
Imagem: Pixabay
INFOCAFÉ

Infocafé de 10/01/22

O mercado desta segunda-feira (10) operou com leve baixa
Por:

O mercado desta segunda-feira (10) operou com leve baixa.  N.Y. a posição março oscilou entre a máxima de +0,55 pontos e mínima -5,90 fechando com -3,55.

O dólar fechou em alta de 0,74, cotado a R$ 5,6740, nesta segunda-feira (10), em sessão marcada por temores internacionais sobre aumentos de juros nos Estados Unidos e infecções crescentes por Covid-19, além da projeção de maior aperto monetário no Brasil e crescimento mais fraco em 2022. No radar os investidores permaneceram a expectativa de aumento de juros já em março nos Estados Unidos e preocupações com infecções crescentes por Covid-19, enquanto, no Brasil, investidores monitoraram as perspectivas da saúde das contas públicas e a piora das expectativas para a economia em 2022. No exterior, o Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou que movimentos mais rápidos do que o esperado pelo Federal Reserve na política monetária dos EUA podem afetar economias emergentes e provocar saídas de capital e depreciação cambial no exterior. O potencial enxugamento de liquidez pelo BC norte-americano representa um desafio adicional para a classe de ativos emergentes (da qual faz parte o real), que costuma sofrer em situações assim devido ao risco de fuga de capital para os EUA, onde a rentabilidade dos títulos ficaria maior com a alta de juros, pano de fundo de daria suporte ao dólar. Fonte: G1.

A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta segunda-feira com preços mais baixos. Após os fortes ganhos da sexta-feira, dia 07, e de ter acumulado alta de 5,5% na semana, o café caiu nesta segunda. Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach, a alta do dólar contra o real e outras moedas acabou estimulando o movimento de realização de lucro dos comprados. Com isso, a posição Março/2022 em NY fraquejou, novamente, diante da densa resistência em 240 cents, o que acirrou o movimento de acomodação técnica, depois dos ganhos acumulados na semana anterior. A falta de novidade fundamental mantém as negociações com café bastante vulneráveis aos sinais financeiros internacionais e também à volatilidade de outros mercados, ressalta o consultor. Apesar da queda, a posição Março/2022 ainda sustenta um bom aspecto técnico, ele observa. "Atenção ao importante suporte de 230 cents. A perda dessa linha tende a acionar novas ordens de venda e, com isso, facilitar o caminho em direção ao suporte em 220 cents. Já o desafio de alta é recuperar o patamar de 240 cents e na sequência vencer o topo em 241,20 cents. O objetivo é o patamar gráfico em 252,35 cents",


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.