Infocafé de 14/02/19

Café

Infocafé de 14/02/19

Dólar comercial fechou em queda de 0,34%
Por:
35 acessos

N.Y finalizou a quinta-feira em baixa, a posição março oscilou entre a mínima de -1,85 pontos e máxima de +0,30 fechando com -1,05 pts.

O dólar comercial fechou em queda de 0,34%, cotado a R$ 3,740. O mercado aguardava uma provável decisão do presidente Jair Bolsonaro sobre a reforma da Previdência. Nesta tarde, Bolsonaro se reúne com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Em entrevista à TV Record ontem, o presidente disse que deve decidir hoje qual será a proposta de reforma a ser enviada ao Congresso Nacional, afirmando que o maior ponto de discordância é sobre a idade mínima.

O Brasil exportou 3,28 milhões de sacas de café verde, solúvel e torrado & moído em janeiro, alta de 20,8% ante igual período de 2018, informou o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). Com os embarques, a receita teve um ligeiro avanço de 0,2%, para US$ 439 milhões. Em relação a dezembro do ano passado, quando o País enviou 3,93 milhões de sacas ao exterior, o volume caiu 16,4%. Ainda na variação mensal, o faturamento recuou 19,2%. No primeiro mês de 2019, o preço médio da saca de café foi de US$ 133,53, queda de 17% ante janeiro de 2018, e 3,37% menor que o patamar visto em dezembro último. De acordo com o conselho, o café arábica representou 88,5% do volume total exportado em janeiro de 2019, com 2,9 milhões de sacas embarcadas, crescimento de 15,5% ante janeiro de 2018. O café solúvel contribuiu com 7,2% do volume exportado, 237 mil sacas, incremento de 27,7% no mesmo comparativo. O café conilon (robusta), por sua vez, representou 4,2% das exportações de café brasileiro em janeiro, com 138,5 mil sacas exportadas, expressivo aumento de 986% em relação ao ano passado. Para o Relatório completo acessem https://bit.ly/2N7tf1S .

O Campeonato Brasileiro de Barista 2019, principal competição nacional do setor, aconteceu entre os últimos dias 6 e 9 no Museu de Arte Moderna (MAM), no Rio de Janeiro. Quem ganhou o título de melhor barista, profissional especializado em café, foi a gaúcha Martha Gril, 33 anos, única mulher em meio aos vinte aspirantes da categoria. O concurso é promovido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA). Entre os participantes estavam os dois últimos vencedores da competição, Leo Moço, do Café do Moço, em Curitiba, e Thiago Sabino, da torrefação Sensory Coffee Roasters, em São Paulo. Como prêmio, Martha ganha a chance de representar o Brasil no campeonato mundial, World Barista Championship, que acontece em abril, em Boston (EUA).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink