Infocafé de 18/10/18

Infocafé

Infocafé de 18/10/18

N.Y finalizou a quinta-feira praticamente sem alteração
Por:
30 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

N.Y finalizou a quinta-feira praticamente sem alteração, a posição dezembro oscilou entre a máxima de +1,75 pontos e mínima de -1,75 fechando com -0,50 pts. 

O dólar comercial fechou em alta de 1,16%, cotado a R$ 3,7250. Investidores acompanhavam o noticiário político brasileiro. Nesta quinta, a "Folha" publicou reportagem sobre uma suposta ação de empresários nas redes sociais favorecendo o candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro. A prática, segundo o jornal, pode ser configurada como doação de empresas à campanha, o que é proibido pela legislação eleitoral.

Em resposta, Bolsonaro afirmou não ter controle sobre atos de empresários e que até mesmo pessoas ligadas à oposição poderiam estar agindo para prejudicá-lo.  O Banco Central ofertou e vendeu integralmente nesta 7.700 swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 5,005 bilhões do total de US$ 8,027 bilhões que vence em novembro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral. 

Contribuir para a capacitação de produtores e demais segmentos da cadeia produtiva dos cafés especiais, esse é um dos objetivos do Cup of Excellence – Brazil, o principal concurso de qualidade do mundo, desContribuir para a capacitação de produtores e demais segmentos da cadeia produtiva dos cafés especiais, esse é um dos objetivos do Cup of Excellence – Brazil, o principal concurso de qualidade do mundo, desde a sua criação. Em 2018, realizado como ação do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation" pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE), o concurso dá nova mostra que esse norte vem sendo alcançado anualmente.

Foram 1.000 amostras inscritas e, após a apuração na fase nacional, 77 seguem na disputa para saber quais serão os melhores cafés especiais do Brasil na safra atual. Dos lotes classificados para a fase internacional do Cup of Excellence - Brazil 2018, que teve início no dia 15 e se estende até o próximo domingo, 21 de outubro, no Assoxupé Club, em Guaxupé (MG), 40 são da categoria Naturals, que envolve os cafés naturais, colhidos e secos com casca, e 37 da Pulped Naturals, que é destinada aos grãos produzidos por via úmida, como os cerejas descascados e os despolpados/desmucilados. Nessa etapa, que tem como instituições anfitriãs a cooperativa Cooxupé e a empresa SMC Specialty Coffees, 29 juízes das principais compradoras internacionais, vindos de Estados Unidos, Japão, China, Cingapura, Bulgária, Rússia, Inglaterra, Austrália, Índia e Alemanha, analisam os finalistas e os que obtiverem nota igual ou superior a 86 pontos (escala de zero a 100 do concurso) serão eleitos os melhores cafés da safra 2018 do Brasil e comercializados, via internet, em disputado leilão internacional. Já as amostras que se classificarem com notas entre 84 e 85,99 pontos serão consideradas "National Winners" e também irão a leilão, possibilitando a comercialização a preços condizente s com a excelente qualidade que possuem.

Na categoria Naturals, a origem produtora que mais se destacou foi a Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas Gerais, com 15 cafés entre os finalistas, ou 37,5% do total. Na sequência, vêm a Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, com 10 lotes (25%); Sul de Minas, com sete (17,5%); Matas de Minas e Chapada Diamantina (BA), com três amostras cada (7,5%); e as regiões de São Paulo da Média Mogiana e da Indicação de Procedência da Alta Mogiana Paulista, com um lote cada (2,5%). A categoria Pulped Naturals conta com 37 finalistas, tendo a origem produtora da Chapada Diamantina encabeçando a lista com 17 representantes, o que corresponde a 46% do total. A Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas Gerais veio na sequência, com 10 cafés (27%), seguida pelas regiões das Matas de Minas, com quatro lotes (10,8%); do Sul de Minas, com duas amostras (5,4%); e da Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, das Montanhas do Espírito Santo, da Chapada de Minas e do Planalto de Vitória da Conquista (BA), cada uma classificando um café (2,7%). Os vencedores do principal concurso de qualidade do mundo para cafés especiais, que conta com auditoria da Agricert Brasil, serão anunciados no dia 21 de outubro, a partir das 17h, no Clube dos Operários, em Guaxupé. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink