Infocafé de 20/03/19

Infocafé

Infocafé de 20/03/19

Bolsa de N.Y finalizou a quarta-feira em baixa
Por:
33 acessos

A bolsa de N.Y finalizou a quarta-feira em baixa, a posição maio oscilou entre a máxima de +0,15 pontos e mínima de -2,30 fechando com -1,90 pts.

O dólar comercial fechou em baixa de 0,61%, cotado a R$ 3,7660. O dólar se firmou em queda durante a tarde, após o Fed (Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos) manter a taxa de juros, mas surpreender com a sinalização de que não deve aumentar a taxa até o final deste ano. Em comunicado, o órgão indicou que só pretende elevar os juros apenas mais uma vez até 2021. Hoje, o presidente Jair Bolsonaro entregou pessoalmente à Câmara a proposta com novas regras de aposentadoria para os militares.

A matéria deve tramitar no Congresso em paralelo à proposta que muda as regras gerais de aposentadoria para os trabalhadores do setor privado e para servidores públicos. Essa foi uma exigência de parlamentares para garantir que todos os setores da sociedade estejam incluídos na reforma da Previdência.

Conforme boletim do CPTEC/INPE, na quinta-feira, no noroeste de MG o dia ficará nublado com pancadas de chuva. No norte e nordeste de MG, no norte do ES e no leste de SP haverá muitas nuvens e chuva. No sul de SP, sudeste e leste de MG, no RJ e no sul do ES haverá muitas nuvens e chuvas isoladas. Nas demais áreas de SP haverá nebulosidade variável com pancadas de chuva a partir da tarde. Nas demais áreas de MG haverá nebulosidade variável com pancadas de chuva isoladas. Temperatura estável. Na sexta-feira, no norte de MG o dia ficará nublado com pancadas de chuva. No litoral de SP e do RJ haverá muitas nuvens e chuvas isoladas.

No sul e oeste de SP haverá nebulosidade variável com possibilidade de pancadas de chuva a partir da tarde. Nas demais áreas de SP e do RJ e no sul e oeste de MG haverá nebulosidade variável com pancadas de chuva a partir da tarde. Nas demais áreas da região haverá nebulosidade variável com pancadas de chuva isoladas. Temperatura estável.

As exportações brasileiras de café, no período de 2014-2018, atingiram o volume de 174,25 milhões de sacas de 60kg e arrecadaram US$ 28,62 bilhões de receita cambial, o que permite inferir que o preço médio nesse período foi de US$ 164,24 por saca.

Nesse contexto, analisando o desempenho de cada ano, por volume e receita, verifica-se que, em 2014, com a exportação de 36,43 milhões de sacas, as receitas obtidas atingiram US$ 6,61 bilhões; em 2015, com a exportação de 37,02 milhões de sacas - US$ 6,16 bilhões; em 2016, cujo volume exportado foi de 34,27 milhões de sacas e a receita US$ 5,45 bilhões; no ano de 2017 as exportações somaram 30,93 milhões de sacas com uma receita cambial de US$ 5,25 bilhões; e, finalmente, em 2018, foram exportadas 35,61 milhões de sacas de 60kg e a receita atingiu US$ 5,15 bilhões.

A despeito de ter havido decréscimo na receita cambial, no período ora analisado, o café vem se mantendo em quinto lugar no ranking das exportações do agronegócio, o qual em 2018 teve a seguinte performance: 1° - complexo soja, 2° - carnes, 3° - complexo sucroalcooleiro, 4° - produtos florestais e, 5°, o café. Em relação ao Valor Bruto da Produção – VBP (exclusivamente das lavouras), o café também se destaca em quinto lugar nesse ranking: soja, novamente em primeiro, cana-de-açúcar em segundo, milho em terceiro e algodão herbáceo em quarto, precedendo o café. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink