Infocafé de 23/06/20

Imagem: Pixabay

INFOCAFÉ

Infocafé de 23/06/20

N.Y. finalizou a terça-feira com leve alta
Por:
79 acessos

N.Y. finalizou a terça-feira com leve alta, a posição julho oscilou entre a mínima de -0,60 pontos e máxima de +1,45 fechando com +0,20 pts.

A moeda norte-americana caiu 2,25%, cotada a R$ 5,1517. Na cena local, o Banco Central divulgou a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), na qual avaliou que o espaço para novo corte na Selic é `incerto e deve ser pequeno`. No encontro, realizado na semana passada, a taxa básica de juros da economia brasileira foi reduzida em 0,75 ponto percentual, para 2,25% ao ano - nova mínima histórica. O BC também destacou que o dados relativos ao segundo trimestre confirmam a perspectiva de "forte contração" do Produto Interno Bruto (PIB) no período e sugerem que a atividade atingiu o seu menor patamar em abril, com recuperação "apenas parcial" em maio e junho.

A redução da Selic a mínimas históricas é apontada por analistas como fator de impulso para o dólar, uma vez que torna rendimentos locais atrelados aos juros básicos menos atraentes. Outros aspectos que favorecem a busca por segurança são as incertezas políticas e econômicas no Brasil, que podem ser ainda mais agravadas caso haja uma segunda onda global de infecções por Covid-19. "A tendência do nosso dólar comercial, no curto e no médio prazo, continua indefinida", disse Jefferson Rugik, da Correparti Corretora. "O risco de uma segunda onda do coronavirus se torna presente, e é ele o fator de definição de uma futura tendência."

Os investidores seguiram de olho também no noticiário político e desdobramentos da prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor do filho do presidente Flávio Bolsonaro, da validação do inquérito das fake news pelo Supremo Tribunal Federal e da saída do governo do ministro da Educação, Abraham Weintraub. Nesta terça, o Ministério Público e o Batalhão de Choque da Polícia Militar de Minas Gerais realizam uma operação na casa da madrinha de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, em busca da mulher dele, Márcia Oliveira Aguiar, que está foragida.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink