Agronegócio

Ingresso de carne no RS segue vetado

O ingresso de gado em pé e de carne com osso em território gaúcho será vetado
Por: -Redação
2 acessos

O ingresso de gado em pé e de carne com osso em território gaúcho será vetado. A posição foi manifestada nessa quarta-feira (03-01) pelo secretário da Agricultura, Celso Bernardi, que garantiu a manutenção da portaria nº 200. O texto da SAA confronta-se com a Instrução Normativa 82, do Mapa, que libera ingresso de cortes com osso do Acre, de Rondônia, Santa Catarina e de dois municípios do Amazonas.

O RS não modificará as exigências para compra de carne oriunda de outras regiões do país e o Departamento de Produção Animal implementará a fiscalização na divisa com Santa Catarina para impedir a passagem do produto, anunciou Bernadi. O novo dirigente considera o ingresso de lotes registrado em dezembro um caso isolado e atribui a ocorrência ao período de transição de governo.

O presidente do Sicadergs, Ronei Lauxen, pretende agendar audiência com o secretário Celso Bernardi, para pedir que o Rio Grande do Sul flexibilize a portaria. Para o dirigente, apesar de o período de maior consumo - durante as festas de final de ano - ter passado, a demanda por costela continua no verão. Se não houver possibilidade de flexibilização, vamos pedir maior fiscalização para evitar ingresso de carne clandestina, disse.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink