Iniciada obra de pólo bioenergético
CI
Agronegócio

Iniciada obra de pólo bioenergético

Brenco promete aplicar R$ 5,5 bilhões na produção de etanol e energia em Goiás
Por:

A Companhia Brasileira de Energia Renovável (Brenco) vai construir grandes pólos de produção de etanol e co-geração de energia elétrica na região da tríplice fronteira entre os Estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, onde há grandes extensões de terras agricultáveis, num investimento de R$ 5,5 bilhões.

A meta da empresa é atingir uma capacidade de processamento de 44 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano em 2015, o suficiente para a produção de 3,8 bilhões de litros de etanol, o equivalente a 15% da produção nacional estimada para o período.

A companhia também vai co-gerar energia a partir do bagaço da cana, com potencial de geração de 690 megawatts. O projeto também inclui o desenvolvimento de toda infra-estrutura logística integrada para o escoamento da produção e atividades do comércio de etanol, contribuindo para abrir novos mercados e incentivando a demanda pelo produto brasileiro. Cerca de R$ 4,5 bilhões serão aplicados na construção de agroindústrias e R$ 1 bilhão em logística e comercialização.

A primeira fase dos investimentos da Brenco é a implantação do Pólo Alto Taquari - Mineiros, composto por quatro unidades bioenergéticas, cada uma com capacidade para moer 3,8 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra, num total de 15,1 milhões de toneladas, para produção de etanol e energia elétrica. A empresa fará toda a colheita mecanizada.

Operações
O projeto está em fase avançada de desenvolvimento agrícola e industrial. As duas primeiras unidades, em Alto Taquari (MT) e Morro Vermelho (GO) iniciam a operação em maio de 2009.

As outras duas unidades, em Água Emendada (GO) e Costa Rica (MS) começam a produzir em maio de 2010. Uma quinta operação, em Perolândia (GO), já está prevista no plano de expansão da empresa e deve começar as obras em 2011.

Festa
O presidente da Brenco, Philippe Reichstul, lembrou que o canteiro de obras em Goiás já está em fase adiantada e que espera inaugurá-lo em maio, com a presença do governador numa grande festa do álcool. “Escolhemos Mineiros pela força da região, que facilita a colheita.

A partir do segundo ano de atividade, vamos gerar de 1,8 mil a 2 mil empregos diretos e não vai haver a rotatividade de mão-de-obra. Como não faremos queima da cana, vamos utilizar esse pessoal na produção agrícola”, afirmou.

Ele ressaltou que o potencial de Goiás e a parceria do governo do Estado tornaram possível a vinda da Brenco. O governador Alcides Rodrigues destacou que a chagada da Brenco é importante não só para Mineiros, mas para Goiás e também para o Brasil.

Segundo ele, o governo de Goiás está sempre aberto para trazer parcerias com obras deste porte. “Vivenciamos um grande momento com o nosso Estado crescendo acima da média nacional. É importante ter parcerias com empresas como a Brenco, que produz energia sustentável”, afirmou o governador.

Ranking
Goiás é o quarto produtor nacional de álcool. O presidente do Sindicato das Indústrias Fabricantes de Álcool do Estado (Sifaeg), André Rocha, estima que o Estado possa se tornar o segundo ou terceiro produtor nacional em 2012, com o atual ritmo dos investimentos. “Atualmente, ocupamos apenas 1% da área do Estado e ainda temos muito como crescer, enquanto em Alagoas a ocupação é de 16% e não há mais como crescer”, destaca André Rocha.

Ele lembra que se o Estado dobrar sua área de cana-de-açúcar para 2%, ainda ficará bem abaixo do espaço ocupado pela soja, milho ou pecuária, e terá condições de triplicar a produção e brigar pela segunda posição com Minas Gerais. O maior produtor nacional é São Paulo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.