Inmet prevê chuva para estados da Região Sul


Agronegócio

Inmet prevê chuva para estados da Região Sul

Os termômetros devem oscilar entre 13 graus Celsius (°C) e 35°C no decorrer do dia
Por:
1194 acessos
Curitiba - O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê pancadas de chuva e trovoadas nesta terça-feira (10), no Paraná e em Santa Catarina. No Rio Grande do Sul, o estado mais castigado pela estiagem, que já afeta 531 mil pessoas em 131 municípios, há possibilidade de chuva isolada no norte e nordeste do estado.


Os termômetros devem oscilar entre 13 graus Celsius (°C) e 35°C no decorrer do dia. Na segunda-feira (9), o governo gaúcho decretou situação de emergência coletiva para as cidades atingidas pela seca e anunciou uma série de medidas para amenizar os prejuízos – calculados em R$ 2 bilhões só nas lavouras de milho, soja e feijão, sem incluir os danos à produção de leite e de hortifrutigranjeiros. Por enquanto, serão beneficiados diretamente 93 municípios. Os demais deverão ser incluídos no decorrer da semana. O Ministério da Agricultura está liberando R$ 18 milhões para a construção de açudes e cisternas, entre outras obras.

Em Santa Catarina, com 66 municípios sofrem com a estiagem, que afeta 418 mil pessoas, a previsão do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia (Epagri), é que chova entre a tarde e a noite nas regiões oeste, meio oeste e planalto sul. As chuvas de hoje devem dar uma trégua a estiagem que atinge principalmente os municípios da região oeste. De acordo com relatório da Secretaria da Agricultura e da Pesca, as perdas totais no campo já ultrapassam os R$ 400 milhões.


O Paraná também tem 12 municípios monitorados pela Defesa Civil devido à escassez de chuvas dos últimos meses. Até o momento, nenhum município decretou situação de emergência. Por enquanto, estão sendo feitos os trabalhos de avaliação dos danos e prejuízos que afetam a vida de 89 mil pessoas. No estado, os prejuízos contabilizados até agora somam R$ 1,5 bilhão, referentes à perda de 2,5 milhões de toneladas de soja, milho e feijão, que vai representar uma quebra de 11,5% da safra paranaense de grãos de verão, que era estimada em 22,13 milhões de toneladas.

Os municípios mais atingidos pela estiagem estão na região oeste e sudoeste. O serviço de meteorologia do estado (Simepar) informa que há condições propícias para chuva nas próximas horas, de intensidade moderada a forte, nos setores localizados mais a centro e leste do estado. As precipitações intensificam-se a partir da tarde.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink