Inquima: 10 anos de Brasil a serviço da agricultura e da Aviação Agrícola
CI
Agronegócio

Inquima: 10 anos de Brasil a serviço da agricultura e da Aviação Agrícola

Empresa de Agroquímicos possuí várias faces, e desenvolve diferentes atividades junto ao mercado de agronegócios
Por: -Janice

Empresa de Agroquímicos possuí várias faces, e desenvolve diferentes atividades junto ao mercado de agronegócios

Neste sentido, a Inquima se orgulha em prestigiar de maneira pontual o setor Aeroagrícola brasileiro, por entender que esta atividade de trabalho do campo tem papel importante para o avanço da produtividade com qualidade.

Ao longo destes 10 anos de Brasil, a Inquima efetivou parcerias com Instituições de Pesquisas, Fundações e Universidades, visando aprimorar os seus produtos e a tecnologia de aplicação disponível para a aviação agrícola.

Reafirmamos com a C.Vale – Cooperativa Agroindustrial, de Palotina (Pr), o valor e a necessidade de uso de bons adjuvantes nas aplicações BVO - sem a presença de óleo vegetal (degomado). Descobrimos com a Fundação ABC, de Castro (Pr), a importância de observarmos as características da região em que ocorrerão os vôos, a fim de que não surjam “faixas” em razão da topografia, ou dos obstáculos existentes. Agregamos conhecimento com a FAPA de Entre Rios/Guarapuava, em relação aos “efeitos negativos” do óleo degomado como veículo de calda, que cria mais problemas do que vantagens, para as aplicações BVO. Com o Professor Ulisses da Unesp/Botucatu, também desenvolvemos experimentos bastante interessantes, relativos à emulsão de calda e distribuição de gotas no alvo. E, ainda, com o Professor Jadoski, no Núcleo de Aviação e Tecnologia do Paraná NATA-PR/UNICENTRO; também realizamos experimentos relacionados à tecnologia de aplicação e ao uso de adjuvantes.

Também realizamos diversos trabalhos de campo, com nossos colaboradores, a fim de mostrar aos Operadores e aos Agricultores as vantagens da aplicação aérea, e do uso dos produtos Inquima.

Somos uma Empresa entusiasta da AVIAÇÃO AGRÍCOLA porque acreditamos que esta ferramenta proporciona inúmeros benefícios para o homem do campo, dentre os quais: melhor cobertura do produto pulverizado; eliminação de perdas por amassamento – que giram em torno de 4%, e da compactação do solo; possibilidade de operação em seguida as chuvas – com o solo encharcado; momento ideal para a entrada dos serviços: ponto crucial para evitar, ou pelo menos minimizar perdas.


A Inquima embora seja defensora confessa dos Baixos Volumes de Vazões, lembra que é preciso sempre, respeitar o clima, a topografia, e as cultivares plantadas - que responderão de maneira distinta, em função deste conjunto de fatores.

Volumes de Vazão entre 07 l/ha e 20 l/ha, por exemplo, devem ser precedidos de uma avaliação a campo, para que se escolha aquele que obterá controle fúngico melhor. Em áreas mais complexas, por exemplo, sugerimos V.V 15 l/ha e, eventualmente, de até 20 l/ha.

É importante que o Operador analise com critério estas questões para evitar problemas técnicos, que irão afetar a sua imagem, e de toda a atividade aeroagrícola.

Até mesmo as aplicações terrestres sofrem com esta regra-limite. Não se consegue obter o mesmo controle fúngico nas áreas mais acidentadas do Paraná, e de outros Estados, fazendo uso dos ultra-baixo volume de vazão, comum e muito usado no Mato Grosso e no Cerrado em geral.

As doenças, na Soja (ferrugem asiática); e no Milho (ferrugem comum e cercóspora); fizeram dos tratamentos fúngicos peça-chave dentro do manejo cultural.

Por isso, o conceito de hoje é: aplicar bem; com o equipamento adequado; respeitando as recomendações técnicas e fitossanitárias. Sempre!

A Inquima é uma Empresa Parceria da AVIAÇÃO AGRÍCOLA, e mais do nunca, está ao lado desta atividade, a fim de contribuir para o seu sucesso no mercado, e o incremento da produção nacional de alimentos.

Parabéns a todos que labutam nesta magnífica atividade!

As informações são da assessoria de imprensa da Inquima.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.