Inscrições para participar da 82ª Semana do Fazendeiro já começaram

Agronegócio

Inscrições para participar da 82ª Semana do Fazendeiro já começaram

“A Pesquisa Científica em diálogo com o conhecimento popular”
Por: -Joana
3354 acessos
Encontram-se abertas as inscrições pela internet para participar da 82ª Semana do Fazendeiro. O evento que tem como temática “A Pesquisa Científica em diálogo com o conhecimento popular” será realizado de 09 a 15 de julho próximo, no campus da Universidade Federal de Viçosa, onde são esperados milhares de produtores rurais. Serão oferecidos 192 cursos, bem como 56 consultorias técnicas e tecnológicas, além de conferências, exposição de animais, mini-fazenda, leilão de equídeos e bovinos e variada programação cultural e de lazer.

As inscrições, no valor de R$75,00, podem ser feitas até o dia 10 de julho pelo site www.semanadofazendeiro.ufv.br. Os inscritos poderão participar de até 10 atividades, nas modalidades Cursos e Dias de Campo, ministradas em salas de aulas, laboratórios da UFV, e em áreas experimentais e de produção, como horta, estábulos, piscicultura, etc. Também serão oferecidas conferências, debates e discussões, envolvendo temas de interesse prático para os participantes.

Poderão se inscrever, na 82ª Semana do Fazendeiro, produtores rurais acima de 18 anos, seus familiares (até 2º grau de parentesco), trabalhadores do setor agropecuário, estudantes de escolas agrotécnicas com mais de 16 anos ou a completar até julho de 2011, participantes de movimentos sociais vinculados ao meio rural, participantes de ONGs, agentes municipais, estaduais e federais vinculados ao meio rural e menores aprendizes com mais de 16 anos ou a completar até julho de 2011. O vínculo rural deve ser comprovado por meio da apresentação de uma cópia do documento comprobatório e os participantes das edições anteriores que já comprovaram o vínculo rural não precisarão apresentar novamente o comprovante.

A inscrição de pessoas não vinculadas ao meio rural será condicionada à existência de vagas e será feita apenas no dia 10 de julho, após às 16 horas, na Secretaria do evento.

Confira, abaixo, informações sobre a 82ª edição de um dos mais tradicionais eventos de extensão rural do País.

Temática da 82ª Semana do Fazendeiro
De acordo com o pró-reitor de Extensão e Cultura, Gumercindo Souza Lima, o tema da 82ª Semana do Fazendeiro, “A Pesquisa Científica em Diálogo com o Conhecimento Popular”, busca valorizar a pesquisa e a produção científica desenvolvida pela Universidade Federal de Viçosa, que tem contribuído com os avanços e com a melhoria da qualidade de vida no campo, respeitando e incorporando o conhecimento popular construído pelas populações tracionais do meio rural.
"A temática vai de encontro também ao fato deste ano o Brasil comemorar 50 anos da criação da Pós-Graduação no país, iniciada na UFV com os Programas de Pós-Graduação em Economia Rural e em Olericultura. Isso demonstra, mais uma vez, o espírito pioneiro da Universidade Federal de Viçosa", indica o pró-reitor.

Clínica Tecnológica
Realizada durante a Semana do Fazendeiro, a Clínica Tecnológica oferece consultorias coletivas, com o objetivo de fornecer novas tecnologias para atender as necessidades dos participantes da Semana do Fazendeiro, visando à incorporação de progresso técnico e ao aumento da competitividade dos pequenos negócios.

As consultorias são uma iniciativa da Divisão de Extensão da UFV e do Sebrae. Os atendimentos devem ser agendados na Secretaria da Clínica Tecnológica, durante a Semana do Fazendeiro. Para os inscritos no evento a consultoria será gratuita. Os demais interessados e não inscritos poderão se inscrever mediante o pagamento de R$ 15,00 (quinze reais), exclusivamente para este fim.

III Troca de Saberes
A Troca de Saberes é um espaço que busca a geração de novos procedimentos de interação entre os diferentes sujeitos e seus conhecimentos, a partir de diálogos entre os saberes acadêmicos e populares, estreitando os laços entre universidade e sociedade.
Para tanto, a comissão organizadora da Troca de Saberes, nesta construção de diálogos, vem articulando e mobilizando a participação de cerca de 200 representantes da agricultura familiar e movimentos sociais da região. Esse espaço é organizado de forma a privilegiar a articulação e o reconhecimento dos saberes populares em diálogo com os conhecimentos produzidos no meio acadêmico e, desta interação a construção e valorização dos saberes.

Os organizadores afirmam que o espaço é um momento de potencializar os saberes, conhecer as especificidades e demandas de ensino, pesquisa e extensão oriundas das comunidades da Zona da Mata mineira.

Projeto Carbono Zero
Uma das mais destacadas novidades da 81ª Semana do Fazendeiro foi o Projeto Carbono Zero, que continuará na 82ª edição da Semana.

Por meio do projeto, pela primeira vez em sua história, a Semana do Fazendeiro implantou medidas de neutralização de emissões de carbono geradas pelo próprio evento. Coordenado pelo Departamento de Engenharia Florestal da UFV, o projeto busca quantificar as emissões de gás carbônico no evento, ao mesmo tempo que sensibiliza os produtores sobre suas atitudes no campo. As emissões são neutralizadas pelo plantio de árvores de espécies nativas em áreas que precisam ser recuperadas.

III Semana da Juventude Rural
De 10 a 14 de julho, será realizada a III Semana da Juventude Rural que irá complementar a formação cidadã de jovens residentes no meio rural, com idades que variam de 16 e 29 anos. Estes jovens participarão de cursos, visitas orientadas a diversos setores da UFV, além de atividades culturais.

O evento é uma realização da Emater (MG), por meio do Projeto Transformar, um dos projetos estruturadores do governo de Minas Gerais, em parceria com a UFV.

Atrações diversificadas
Na programação cultural da 82ª Semana do Fazendeiro, constam espetáculos musicais, apresentações de dança e teatro, sessões de cinema, circuito de museus, mostras fotográficas e de artes plásticas, oficinas de arte e atividades diversas. Em 2010, o número de participantes nestas atividades foi de cerca de 50 mil pessoas.
Durante todo o evento, funcionarão no entorno do Edifício Arthur da Silva Bernardes e do Centro de Vivência exposições de máquina e equipamentos agrícolas, insumos, além da feira de artesanatos e uma praça de alimentação. No Espaço Multiuso, acontecerá ainda uma programação diversificada e eclética.

A novidade é que o projeto para esta edição foi ampliado. Haverá a presença de 316 expositores, nos diversos estandes, número superior ao da última edição, quando o evento recebeu 210 expositores.

Refeições e Alojamento
As refeições poderão ser feitas no Restaurante Universitário da UFV e os tíquetes podem ser adquiridos no posto de atendimento bancário que funcionará no Hall do Centro de Vivência. O café da manhã será oferecido das 6h30 às 7h30, ao custo de R$1,60, o almoço e jantar terão o preço de R$3,50 cada, e serão oferecidos das 10h30 às 12h45 e das 17h30 às 19h, respectivamente.

A UFV oferecerá vagas nos alojamentos para os participantes, de acordo com sua disponibilidade. A taxa de alojamento (R$40,00) deverá ser paga no dia 10 de julho, em estande específico para o serviço de alojamento que ficará localizado no Hall do Centro de Vivência. A taxa é única, independentemente do tempo que o participante permanecer hospedado. É necessário trazer roupa completa de cama e banho, bem como evitar deixar pertences de valor nos alojamentos. Não haverá alojamento para casais.

História da Semana
A primeira edição da Semana do Fazendeiro, com a participação de 39 agricultores e pecuaristas, ocorreu em 1929, atendendo a uma demanda de um grupo de agricultores do município de Ubá, liderado pelo médico e produtor rural Jacinto Soares de Souza Lima. Durante visita à então Escola Superior de Agricultura e Veterinária (Esav), no ano anterior, eles assumiram o compromisso de trazer agricultores a Viçosa, para estágio de alguns dias.

A ideia tomou corpo e vem reunindo grande número de participantes desde então, sempre com a orientação voltada para a prestação de serviços, difusão de métodos e técnicas de produção e a transferência de conhecimentos científicos, visando à melhoria da produtividade e da produção ao bem-estar social do produtor e de sua família.

As informações são da assessoria de imprensa da Universidade Federal de Viçosa

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink