Instabilidades predominam na região Norte
CI
Imagem: Arquivo
AGROTEMPO

Instabilidades predominam na região Norte

Veja a previsão completa da sua região
Por: -Aline Merladete

Nesta sexta-feira (17/12) o padrão de instabilidades provocadas pela atuação da Alta da Bolívia - ventos em 10 km de altitude - posicionada sobre a região centro-oeste, continua provocando chuvas em grande parte do centro-oeste, região norte e sudeste do país. Ao mesmo tempo, o fortalecimento de uma massa de ar seco e quente diminui as condições de chuvas na região sul, provocando também um aumento nas temperaturas e diminuição da umidade do ar. Já na região nordeste, o interior continua seco e quente, ao passo que nas fronteiras com a região norte e litoral, têm condições para chuvas.  

Confira a plataforma completa de mapas aqui.
Saiba  a previsão para a sua cidade aqui.

Saiba como fica o tempo em cada região: 

Região Norte
As instabilidades predominam em praticamente todas as áreas da região norte, inclusive aumentando as condições de chuvas sobre RR e AP. Entretanto, no sudeste do PA e metade sul do TO as chuvas serão mais irregulares, mas podendo provocar fortes temporais em curtos períodos de tempo. Na região, as projeções indicam que os maiores volumes poderão ocorrer na grande região do Baixo Amazonas ao norte do PA, AC e sul do AM.

Região Nordeste
A massa de ar seco domina o interior da região, mantendo o tempo firme e as temperaturas elevadas. Contudo, sobre o MA e extremo oeste da BA, o calor e umidade poderão resultar em pancadas de chuvas isoladas e passageiras. Entre o litoral da PB até o Recôncavo Baiano, os ventos oceânicos dão condições para a formação de chuvas fracas e passageiras a qualquer momento do dia. 

Região Centro-Oeste 
Ainda sob a atuação da Alta da Bolívia combinada com o forte calor e alta disponibilidade de umidade as instabilidades continuam atuando sobre praticamente todas as áreas do centro-oeste. Os maiores volumes estão previstos para o norte do MS, podendo superar a marca dos 50 mm no decorrer do dia, assim como em alguns pontos do sul do MT. A tendência também indica que as chuvas serão mais irregulares no nordeste do MT e centro-norte do GO. Já no sul do MS, o tempo terá o predomínio de sol e baixa probabilidade de chuvas. 

Região Sudeste
As instabilidades continuam dominando o tempo em praticamente todas as áreas da região sudeste. Desta forma em todas as áreas, exceto o extremo norte do ES e de MG, poderão registrar chuvas no decorre do dia. Os fatores que estão contribuindo para essas chuvas são a presença da Alta da Bolívia, o forte calor e a alta disponibilidade de umidade na região. Além de toda essa umidade, os ventos oceânicos poderão contribuir ainda mais com as chuvas sobre o Vale do Paraíba, RJ e sul do ES.

Região Sul
A massa de ar seco e quente ganha mais abrangência sobre os estados do sul, particularmente na metade oeste da região. Ao mesmo tempo, as condições de chuva e umidade vão gradativamente diminuindo. A perspectiva é de que no sudoeste do PR os termômetros possam se aproximar dos 40°C  e a umidade ficar abaixo dos 20% nos horários mais críticos. Contudo, nas áreas do leste os ventos oceânicos poderão favorecer o suporte de umidade e resultar em pancadas de chuvas leves e passageiras, bem como ao norte do PR devido à proximidade com as instabilidades da região sudeste.

Veja os mapas destaques para hoje:

Chuva:


Temperatura Máxima:

Temperatura Mínima:


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.