Insumos pioram relação de troca no leite
CI
Imagem: Marcel Oliveira
EM ALTA

Insumos pioram relação de troca no leite

O preço do leite começou o ano em queda para o produtor
Por: -Eliza Maliszewski

O preço do leite começou o ano em queda para o produtor. A média é de um recuo de 4,3% em relação a dezembro, com o litro a R$ 2,03 o litro.  No acumulado do ano, entre janeiro de 2020 a janeiro de 2021, houve alta de quase 50%.

Segundo o Centro de Inteligência do Leite (CILeite), da Embrapa Gado de Leite, mesmo com o avanço anual o aumento nos preços dos principais insumos tem pressionado a relação de troca para o produtor, que piorou. Em janeiro o produtor precisou de 56,8 litros de leite para adquirir 60kg de mistura concentrada (70% milho e 30% farelo de soja), alta de 26% em relação a janeiro do ano passado.

Já no varejo os lácteos subiram 0,15% no mês. Leite condensado, em pó, queijo, manteiga e iogurte tiveram alta. Somente o leite UHT teve queda de – 1,35%. No acumulado do ano o UHT teve elevação de quase 25% e o leite em pó 18%.

As exportações brasileiras de leite recuaram 9,4% em janeiro, com 7,5 milhões de litros e em relação ao mesmo mês do ano passado também teve queda de 43%. Já a importações no mês caíram quase 18%. Em relação a janeiro de 2020, no entanto, o volume cresceu 82%, com 149 milhões de litros.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink