Intolerância e alergia ao Glúten: Saiba o que é mito
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,166 (1,02%)
| Dólar (compra) R$ 5,57 (-0,80%)


SAÚDE

Intolerância e alergia ao Glúten: Saiba o que é mito

A doença celíaca acontece quando o corpo reconhece erroneamente as prolaminas
Por: -Leonardo Gottems
526 acessos

A grande abundância de informações dispostas em redes sociais e programas de saúde em torno da intolerância ao glúten fazem com que, muitas vezes, conceitos importantes sejam confundidos, dificultando o reconhecimento e a prevenção dos riscos contra a saúde. Nesse sentido, a identificação correta dos sintomas é fator importante para o reconhecimento da doença celíaca que acomete milhões de pessoas em todo o mundo. 

O glúten é uma proteína complexa formada por prolaminas e glutelinas, podendo ser encontrada em alimentos como trigo, centeio, aveia e cevada. A doença celíaca é considerada uma enfermidade autoimune, afetando todo o organismo de pessoas que têm predisposição genética à intolerância ao glúten, que acontece quando o corpo reconhece erroneamente as prolaminas e as considera como nocivas. 

A falha do organismo faz com que as proteínas do glúten não sejam totalmente digeridas, o que pode fazer com que fragmentos atravessem a parede intestinal e desencadeiam um processo inflamatório, resultar na atrofia das vilosidades e na má absorção de nutrientes. Esse quadro também inclui sintomas digestivos, anemia, fadiga, dermatite e osteopenia, além do agravante de que não cura conhecida para o transtorno salvo a exclusão completa do glúten da dieta alimentícia.  

Apesar da aveia ter sido incluída na lista da União Europeia de alimentos sem glúten desde 2009, a recomendação de especialistas é de que ela seja consumida com muita cautela já que a maioria dos estudos sobre o cereal ainda são inconclusivos e normalmente ela é processada em moinhos ou fábricas que também processam cereais que contêm glúten. Os cientistas em geral concordam que a aveia é segura para os celíacos porque a fração de prolamina do glúten contendo aveia, que é chamada de avelina, tem uma estrutura diferente da encontrada no trigo, por exemplo. 

Outra recomendação é ficar atento para que a doença celíaca não seja confundida com alergia ao trigo, que é causada por uma desregulação do sistema imunológico sendo que ela é uma reação mediada pela Imunoglobulina E. a boa notícia é de que ela geralmente costuma desaparecer com o tempo, mas o ideal é de que seja feito um teste laboratorial já que seus sintomas são semelhantes aos causados pela doença celíaca. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink