Klein pede pressa na liberação de transgênicos
CI
Agronegócio

Klein pede pressa na liberação de transgênicos

Por:

Secretário quer conseguir autorização do plantio de soja geneticamente modificada.

Após cerca de cinco audiências com entidades ruralistas esta semana, o secretário da Agricultura, Odacir Klein, afirmou ontem à tarde que irá pedir que o judiciário apresse o julgamento do recurso que impede a liberação dos transgênicos.

O objetivo é conseguir a autorização para o plantio de soja geneticamente modificada em virtude das dificuldades econômicas que seriam causadas por futuras restrições à safra gaúcha. Klein avalia que, se houver julgamento imediato e favorável à liberação, a Polícia Federal não teria mais razões para agir contra o plantio, que hoje é crime. A observação foi feita após declarações do delegado da PF de Passo Fundo Mário Vieira de que fiscalizaria produtores de soja e as unidades receptoras.

- Não estamos entrando no mérito se há ou não transgênicos no Estado. Assumimos o governo com a safra já plantada. Se isso ocorreu, foi no governo anterior - diz Klein.

O secretário avalia que seria desastroso para a economia gaúcha se a produção fosse colocada sob suspeita. Klein explicou que nos últimos dias recebeu essa preocupação de agricultores. Ontem, participou de audiência com sindicatos rurais de Tupanciretã, Júlio de Castilhos e Cruz Alta. A posição também teria sido definida a partir de conversas com a Federação da Agricultura (Farsul) e com o presidente da Comissão de Agricultura da Assembléia, Jerônimo Goergen (PPB).

Klein disse ser favorável à pesquisa e não à queima a lavouras. Para a advogada e coordenadora de campanhas do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Andrea Salazar, esse alarme que ocorre hoje no Estado é conseqüência da omissão do governo federal anterior. Andrea diz que não foi cumprida a fiscalização do contrabando e do plantio. Hoje os agricultores estariam sendo vítimas dessa política:

- Não queremos que sejam prejudicados, mas queremos uma fiscalização e por isso temos de aplaudir a atitude da Polícia Federal.

O julgamento do recurso pedido pela Monsanto e pela União na ação movida pelo Idec e pelo Greenpeace contra o plantio de transgênicos estava marcado para amanhã pelo Tribunal Regional Federal (TRF). Ontem, a Advocacia Geral da União encaminhou ao TRF pedido de suspensão da data. A solicitação foi feita pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, para que o novo governo avalie sua posição.

A coordenadora de campanhas do Greenpeace no Brasil, Mariana Paoli, considera a posição do governo federal em pedir a suspensão extremamente responsável:

- Sem os estudos de impacto ambiental, os danos ambientais são imprevisíveis e irreversíveis.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.