Laboratório do Leite será instalado em Campus da Uesb/BA
CI
Agronegócio

Laboratório do Leite será instalado em Campus da Uesb/BA

Com investimento previsto de aproximadamente R$ 1,5 milhão, o projeto tem como objetivo monitorar a qualidade do leite através do acesso às tecnologias
Por:
Buscando melhorar a qualidade do leite com foco na segurança alimentar e na eficiência do setor, representantes da Secretaria da Agricultura (Seagri) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) se reuniram na última sexta-feira (23) com a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) para discutir a aquisição de equipamentos e a instalação do Laboratório de Qualidade do Leite no Campus da Uesb, na cidade de Itapetinga.


Com investimento previsto de aproximadamente R$ 1,5 milhão, o projeto, que atende uma demanda da Câmara Setorial do Leite, tem como objetivo monitorar a qualidade do leite através do acesso às tecnologias, além de elaborar políticas públicas de inclusão social de produtores de leite na Bahia, disponibilizando alimentos seguros para a população.

Um dos principais produtores no Nordeste, com produção de 1,3 bilhão de litros por ano, o Estado avançou nos últimos três anos graças aos fóruns permanentes de discussão da Câmara e da elaboração de políticas públicas para beneficiar toda a cadeia produtiva.


Legalização do processamento do leite

“A instalação do laboratório está em consonância com a legislação sanitária e irá proporcionar uma melhoria de qualidade no produto final, além de viabilizar a legalização do processamento de leite e derivados de pequenos estabelecimentos lácteos”, avaliou o superintendente da Desenvolvimento Agropecuário (SDA) da Seagri, Raimundo Sampaio.

De acordo com o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o deputado Zé Neto (PT), que intermediou a reunião, como a Bahia ainda não possui um laboratório desse porte, o leite é enviado para Pernambuco, que demora dias para dar um retorno, interferindo na compra e venda do produto.


“A motivação com tecnologia é muito importante para melhorar o ciclo da cadeia do leite, a fim de que possamos atender à demanda interna com produtos de qualidade”, afirmou o deputado, ao lembrar que esse projeto dialoga com o Programa Estadual de Inclusão Socioprodutiva - Vida Melhor.

A senadora Lídice da Mata comprometeu-se em buscar a execução do projeto, junto aos Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o da Integração Nacional. “A universidade é um espaço público, o que a torna, além dos fatores já citados, um local excelente para abrigar o Laboratório de Qualidade do Leite da Bahia”, comentou Lídice.


Além de ser considerada a maior bacia leiteira do Norte e Nordeste, Itapetinga possui universidade com infraestrutura adequada e oferece curso de Zootecnia (estudo do controle da reprodução, aprimoramento genético e nutrição de animais que visa aumentar a produção e melhorar a qualidade dos produtos de origem animal).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.