Laticínios associados à Apil/RS participam do Avisulat 2016

Agronegócio

Laticínios associados à Apil/RS participam do Avisulat 2016

Evento vai debater os desafios da avicultura, suinocultura e laticínios
Por:
453 acessos

Evento vai debater os desafios da avicultura, suinocultura e laticínios

A participação da Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Apil/RS) na quinta edição do Avisulat é importante para a imagem da entidade e dos laticínios associados. Cerca de 30 empresas ligadas à entidade disponibilizam no estande que será montado no local seus produtos para degustação. O Congresso ocorre de 22 a 24 de novembro no Centro de Eventos Fiergs, em Porto Alegre (RS), e reunirá toda a cadeia produtiva dos três setores para negócios, debates e troca de informações. 

O Avisulat conta com área de exposição com empresas nacionais e internacionais, encontro de negócios com presença de compradores de diversos países, congresso com convidados de renome e debates especializados sobre cada área explorando questões técnicas, produtivas, tributárias, segurança, logística, além de questões políticas e econômicas dos setores.

Para o presidente da Apil/RS, Wlademir Dall’Bosco, a integração dos setores lácteos, de carne e de frango é um processo importante dentro do segmento da agroindústria no Rio Grande do Sul. “Nós temos muitas coisas em comum em termos de investimento, legislação, em questões tributária e de logística, e em termos de mercado, e essa aproximação é importante porque além de oportunizar o visitante a consumir e avaliar o nosso produto, haverá uma troca de conhecimento. Todos sairão ganhando dentro desse processo”, salienta.

O coordenador geral do Avisulat, Eduardo Santos, também destaca que apesar de áreas diferentes, os setores enfrentam questões semelhantes, o que eleva a importância do evento e das temáticas debatidas. “Debater setores tão importantes para a economia e que permitem a geração de renda em tantas regiões, deve ser visto como uma política de estado e um verdadeiro estímulo para o agronegócio. A prova disso é que contamos com grandes empresas de todo o Brasil e inclusive de países como China e Estados Unidos que aqui vêm fazer negócios”, avalia.

Texto: Rejane Costa/AgroEffective


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink