Latvida: “Que não recaia unicamente sobre a indústria a responsabilidade”
CI
Agronegócio

Latvida: “Que não recaia unicamente sobre a indústria a responsabilidade”

Empresa divulgou nota de esclarecimento
Por: -Leonardo Gottems

A Latvida divulgou nota de esclarecimento na tarde desta quinta-feira (09.05). Durante a tarde a indústria teve mais marcas de sua propriedade retiradas do mercado pela Secretaria de Agrcultura do RS.

“A Latvida reitera o seu apoio às autoridades públicas, mas clama para que não recaia unicamente sobre a indústria a responsabilidade por atos dos transportadores e de terceiros, cuja punição deve ser feita nos termos da lei”, afirma o comunicado assinado por Rui Sulzbach,
sócio e diretor geral da empresa.

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

A LATVIDA apoia integralmente todas as medidas do Ministério Público, da Coordenadoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Cispoa) e do Ministério da Agricultura para combater as fraudes no leite.

Realizada análise da contraprova no laboratório ALAC, credenciado pelo Ministério da Agricultura, ficou demonstrado que o lote de leite UHT desnatado fabricado em 16/02/2013 e com validade até 16/06/2013, colocado sob suspeição, não apresentava adulteração. Registre-se, porém, que, por segurança, o lote suspeito já havia sido total e imediatamente retirado do mercado.

No dia de ontem, 8 de maio de 2013, repercutiu a operação desencadeada pelo Ministério Público contra a adulteração de leite no estado. De acordo com a investigação, os fraudadores efetuavam sua ação antes do leite chegar às indústrias.

A investigação mostra, segundo o Ministério Público, que as indústrias não sabiam da fraude, mas que teriam falhado em não detectar tais problemas no controle de qualidade. O Ministério Público recomendou aos consumidores não consumir alguns lotes específicos de fabricação, que, no caso da LATVIDA, correspondia ao lote fabricado em 16/02/2013.

É importante a comunidade tomar conhecimento que a LATVIDA, até fevereiro deste ano, era usada como empresa modelo para treinamento dos fiscais sanitários, pois além de suas excelentes práticas, também possui um dos melhores laboratórios de análise e prevenção no estado do RS.

Inclusive, a LATVIDA já havia descredenciado transportadores de leite identificados como fraudadores pelo Ministério Público em data anterior. No dia 15 de fevereiro de 2013, a LATVIDA registrou a ocorrência policial nº 558/2013, na cidade de Estrela, comunicando fraude no leite. A LATVIDA SEMPRE ATUOU E CONTINUARÁ ATUANDO NO COMBATE A FRAUDE.

A LATVIDA colocou-se totalmente à disposição das autoridades, reiterando que toda a sua estrutura de controle de qualidade mantém-se atenta e continua realizando todas as análises recomendadas pela Secretaria da Agricultura, como já vem fazendo nos últimos anos.

Os produtos da LATVIDA possuem excelente qualidade, a matéria-prima somente ingressa na fábrica após testes de qualidade, e nunca os produtos colocaram em risco a saúde pública. Mesmo o lote suspeito foi retirado do mercado apesar da comprovação posterior de sua regularidade.

A LATVIDA mantém o padrão de qualidade e excelência na fabricação de produtos lácteos, e assegura aos seus clientes e consumidores que nenhum de seus produtos foi adulterado.

A LATVIDA reitera o seu apoio às autoridades públicas, mas clama para que não recaia unicamente sobre a indústria a responsabilidade por atos dos transportadores e de terceiros, cuja punição deve ser feita nos termos da lei.

Rui Sulzbach
Sócio e Diretor Geral da Empresa.
LATVIDA”


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.